Tamanho do texto

Em caso de vitória, time pernambucano pode terminar a terça-feira a apenas um ponto do quarto colocado do campeonato

Embalado pela sequência de quatro vitórias consecutivas, o Santa Cruz segue sonhando com a possibilidade de conseguir o acesso à primeira divisão. Nesta terça-feira, a equipe pernambucana recebe o combalido Vila Nova na Arena Pernambuco, às 19h30 (de Brasília), em partida atrasada válida pela 31ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro.

Com uma partida a menos em relação a todos os outros times - exceto o Vila Nova -, o Santa pode diminuir para um ponto a diferença em relação ao Avaí, quarto colocado, que também entra em campo nesta terça-feira.

"Estamos com os pés no chão. Peço para os jogadores guardarem forças para usufruir do melhor deles. Os resultados virão na superação. Sempre exijo que todo o grupo faça o melhor, até porque queremos ficar na história do Santa Cruz", disse o técnico Oliveira Canindé, que nesta terça-feira não contará com o suspenso Tony, expulso contra o Ceará.

Apesar de ter 98% de chances de ser rebaixado - de acordo com cálculos do matemático Tristão Garcia -, o Vila Nova mantém o discurso de que ainda é possível permanecer na Série B. Vice-lanterna, o time goiano tem 26 pontos - nove a menos que o Icasa, 16º colocado e primeira equipe fora da zona de rebaixamento.

"Sabemos que está muito difícil, mas é lamentável saber que a torcida já não acredita mais. O grupo está fechado, e enquanto tiver chances e houver esperança, nós vamos acreditar", afirmou o meio-campista Nenê Bonilha.

Quando se encontraram no primeiro turno, na 12ª rodada, o Vila Nova saiu vitorioso: 3 a 2 no Serra Dourada. Na ocasião, os goianos ocupavam a lanterna e o Santa Cruz, a 11ª colocação.

FICHA TÉCNICA
SANTA CRUZ X VILA NOVA-GO

Local: Arena Pernambuco, em São Lourenço da Mata (PE)
Data: 28 de outubro de 2014, terça-feira
Horário: 19h30 (de Brasília)
Árbitro: Eduardo Cordeiro Guimaraes (RJ)
Assistentes: Jackson Massarra dos Santos (RJ) e Marcio Luiz Augusto (SP)

SANTA CRUZ: Tiago Cardoso; Nininho (Bileu), Renan Fonseca, Alemão e Tiago Costa; Sandro Manoel, Bileu, Wescley e Danilo Pires; Keno e Léo Gamalho
Técnico: Oliveira Canindé

VILA NOVA: Cléber Alves; Arthur, Gustavo, Gabriel e Christiano; Leonardo, Radamés, Nenê Bonilha, Léo Rodrigues e Paulinho; Jheimy
Técnico: Wladimir Araújo

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.