Tamanho do texto

Equipe catalã estreou Luis Suárez, mas amargou sua primeira derrota dentro do Campeonato Espanhol. O time ainda lidera

O maior jogo de futebol do mundo teve atrativos dignos de sua grandeza neste sábado. A estreia de Luis Suárez no ataque do Barcelona ficou em segundo plano quando Neymar abriu o placar, mas o gol de pouco serviu. Com Cristiano Ronaldo, Pepe e Benzema, o Real Madrid conseguiu a virada dominando o confronto e fez a festa da torcida merengue no Santiago Bernabéu.

Confira os quatro gols de Real Madrid 3 x 1 Barcelona, no Santiago Bernabéu

Mesmo o clássico sendo um campeonato à parte dentro do Espanhol, o Barcelona precisa da vitória sobre o Celta de Vigo, no próximo sábado, para manter a liderança. Com 22 pontos após nove rodadas, a equipe catalã agora tem o rival da capital em seus calcanhares.

Veja como está a classificação e os próximos jogos do Espanhol

Com um ponto a menos do que seu maior rival, o Real Madrid encorpa de vez na disputa pelo título ao somar seis vitórias seguidas. Deste modo, tem contra o Granada a obrigação de mais um triunfo para, quem sabe, assumir a ponta da classificação no próximo sábado.

O jogo

A festa dos 85 mil torcedores merenguesdurou apenas quatro minutos a partir do início do clássico. Em começo intenso, o Barcelona abriu o placar quando Suárez encontrou Neymar em invertida de bola. O camisa 11 levou para o meio e bateu cruzado no cantinho para vencer Casillas.

Neymar comemora o gol que abriu o placar no clássico Real Madrid x Barcelona
Denis Doyle/Getty Images
Neymar comemora o gol que abriu o placar no clássico Real Madrid x Barcelona

A desvantagem no marcador fez o Real Madrid se lançar ao ataque e pressionar demais a defesa catalã. Benzema teve duas grandes chances no mesmo lance ao cabecear na trave e desperdiçar o rebote, aos 11 minutos. Segurando o ímpeto rival, o Barcelona ampliaria com Messi não fosse ótima intervenção de Casillas aos 22.

Os merengues seguiam melhor no jogo, mas com menor pressão, quando Piqué interceptou cruzamento rasteiro de Marcelo e o árbitro assinalou pênalti. Cristiano Ronaldo deslocou Bravo para empatar e marcar pela 14ª vez na história do clássico. O gajo ainda deu fim aos 754 minutos que o Barcelona ostentava sem tomar gols no Campeonato Espanhol.

Os 45 minutos finais começaram também com os donos da casa em melhor momento. Em vacilo da defesa rival na bola aérea, Toni Kroos encontrou Pepe livre na segunda trave e o zagueiro português testou com propriedade para virar o clássico. O gol fez o Barcelona se perder na sequência, tendo o Real Madrid tomado conta do duelo.

Com exceção de chute forte de Mathieu, Casillas mal foi acionado durante a etapa final. O Real Madrid colocou ponto final na tímida recuperação do Barcelona em contragolpe aos 15, quando Benzema recebeu de James e bateu cruzado para marcar o terceiro. Daí em diante o desorganizado Barça permitiu outros contra-ataques, mas a preciosidade merengue impediu a goleada.


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.