Com vitória, time carioca voltou de vez à briga por um lugar no G4 do Brasileirão

Assim como no meio de semana, o Fluminense conquistou mais uma vitória com um gol no fim. Neste sábado, os tricolores bateram por 2 a 1 o Atlético-PR, no Maracanã, em partida válida pelo Campeonato Brasileiro. Com o resultado, os cariocas chegaram a 51 pontos e voltaram a briga por uma vaga para a Copa Libertadores da América. Já o Furacão segue no meio da tabela, somando 40.

Confira classificação, tabela de jogos e artilharia do Campeonato Brasileiro

Após um primeiro tempo sem gols, o Fluminense abriu o placar no início da etapa final, com Wagner. No entanto, nos acréscimos, o duelo voltou a ter emoção, quando Cleberson empatou para o Atlético-PR. Só que, no lance seguinte, Fred marcou para os donos da casa e decretou o triunfo tricolor.

Fred tentou gol de bicicleta no primeiro tempo jogo do Fluminense contra o Atlético-PR
Carmen Flores/Getty Images
Fred tentou gol de bicicleta no primeiro tempo jogo do Fluminense contra o Atlético-PR

Na próxima rodada, o Fluminense vai até o Serra Dourada para enfrentar o Goiás, no sábado. No dia seguinte, o Atlético-PR vai receber o Atlético-MG, na Arena da Baixada.

O jogo

O duelo começou equilibrado, com as duas equipes buscando o ataque. O Fluminense era mais efetivo e chegava com mais facilidade na área do Atlético-PR. No entanto, foi a equipe paranaense que teve a primeira boa chance de abrir o placar no Maracanã, aos 12 minutos. Marcos Guilherme lançou Dellatorre na área e o atacante cabeceou para linda defesa de Diego Cavalieri.

O susto fez o Fluminense melhorar na partida e passar a pressionar o Atlético-PR. Tanto que aos 18 minutos, os tricolores quase marcaram com Fred, que aproveitou cruzamento de Jean para cabecear, mas ver Weverton salvar os visitantes.

O lance animou os cariocas, que concretizaram o domínio. Os tricolores abusavam dos chutes, mas nenhum com perigo. Na melhor chance, aos 24 minutos. Conca cobrou escanteio fechado e Weverton estava atento para fazer a defesa. O argentino era o homem mais perigoso do Fluminense e quase marcou aos 32, em chute forte que passou próximo ao gol paranaense.

Na parte final, o Atlético-PR conseguiu avançar com qualidade e desperdiçou alguns bons ataques. Na melhor chance, aos 44 minutos, com Marcelo. No entanto, o atacante chutou em cima de Diego Cavalieri. O Fluminense ainda tentou responder, mas o confronto ficou sem gols no intervalo.

No segundo tempo, o Fluminense voltou com mais disposição e abriu o placar aos dois minutos. Carlinhos cruzou pela esquerda e Wagner cabeceou com estilo para a rede.

O revés fez o Atlético-PR buscar o ataque e o empate quase veio aos oito minutos. Willian Rocha aproveitou cruzamento, mas Jean apareceu para salvar os tricolores. Dois minutos depois, foi a vez de Marcelo receber a bola, mas finalizar muito mal.

Com o tempo, o Fluminense melhorou a marcação, mas seguia vendo o Atlético-PR crescer dentro da partida. No entanto, os paranaenses tinham dificuldade em criar boas jogadas e não levavam perigo para Diego Cavalieri.

Nos minutos finais, o confronto ganhou emoção quando, aos 45 minutos, o Atlético-PR chegou ao empate com Cleberson, aproveitando cobrança de falta na área. No entanto, no minuto seguinte, o Fluminense conquistou a vitória com Fred, que recebeu cruzamento e finalizou sem chance para Weverton e deu números finais ao Maracanã.

FICHA TÉCNICA -  FLUMINENSE 2 X 1 ATLÉTICO-PR

Local: Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)
Data: 25 de outubro de 2014 (Sábado)
Horário: 16h20 (de Brasília)
Árbitro: Marielson Alves Silva (BA)
Assistentes: Alessandro Rocha de Matos (Fifa-BA) e Luiz Carlos Silva Teixeira (BA)
Renda: R$ 491.475,00
Público: 18.845 pagantes
Cartões amarelos: Wagner (Fluminense); Cleberson (Atlético-PR)

GOLS
FLUMINENSE: Wagner, aos 2 minutos do segundo tempo, e Fred, aos 46 minutos do segundo tempo
ATLÉTICO-PR: Cleberson, aos 45 minutos do segundo tempo

FLUMINENSE: Diego Cavalieri, Jean, Marlon (Elivelton), Guilherme Mattis e Chiquinho (Carlinhos); Valencia (Bruno), Edson, Wágner e Darío Conca; Walter e Fred
Técnico: Cristóvão Borges

ATLÉTICO-PR: Weverton; Sueliton (Mário Sérgio), Cleberson, Willian Rocha e Natanael; Deivid, Paulinho Dias, Bady (Nathan) e Marcos Guilherme; Marcelo Cirino e Dellatorre (Douglas Coutinho)
Técnico: Claudinei Oliveira

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.