Tamanho do texto

Apesar de ainda estar entre os quatro últimos, resultado alivia o time alvinegro, que agora está a um ponto do 16º colocado

O Botafogo conseguiu importante vitória ao bater por 2 a 1 o Flamengo, neste sábado, em Manaus. Os alvinegros se aproveitaram que os rubro-negros escalaram um time misto priorizando a Copa do Brasil e chegaram aos 33 pontos, mas seguem na zona de rebaixamento, na 17ª posição do Campeonato Brasileiro. Já equipe comandada por Vanderlei Luxemburgo segue com 40, no meio da tabela de classificação.

Confira classificação, tabela de jogos e artilharia do Campeonato Brasileiro

O Botafogo foi melhor durante o primeiro tempo e foi para o intervalo com a vantagem após gol de Rogério. Na etapa final, o Flamengo equilibrou o jogo, mas viu os alvinegros ampliarem com Wallyson. No entanto, os rubro-negros conseguiram descontar, com Eduardo da Silva.

O clássico carioca entre Botafogo e Flamengo teve a Arena da Amazônia como palco
Futura Press
O clássico carioca entre Botafogo e Flamengo teve a Arena da Amazônia como palco

Na próxima rodada, o Botafogo terá pela frente o líder Cruzeiro, no Mineirão, no domingo. No mesmo dia, o Flamengo vai receber a Chapecoense, no Maracanã.

O jogo

O Botafogo começou melhor a partida, com mais posse de bola, mas sem conseguir criar boas jogadas. O Flamengo buscava os avanços com rapidez, só que sem sucesso. A primeira boa chance veio aos sete minutos, em cobrança de falta de Wallyson que passou a esquerda do gol de Paulo Victor. A resposta rubro-negra veio dois minutos depois em chute fraco de Gabriel, que parou em fácil defesa de Jefferson.

Depois de um período com o duelo concentrado entre as intermediárias, o Botafogo chegou com perigo aos 25 minutos. Carlos Alberto recebeu passe na entrada da área, passou por uma marcador e chutou para grande defesa de Paulo Victor.

O lance animou os alvinegros, que passaram a chegar com mais intensidade ao ataque. A melhora na atuação surtiu efeito aos 33 minutos. Após tabela entre Bolatti e Wallyson, o argentino rolou para Rogério tocar para a rede e abrir o placar em Manaus.

O revés fez o Flamengo buscar mais o ataque, mas sem sucesso. Mais organizado em campo, o Botafogo seguia sendo mais perigoso. Nos minutos finais, o panorama da partida não mudou e os alvinegros foram para o intervalo a frente no marcador na Arena da Amazônia.

No segundo tempo, com uma escalação mais ofensiva, o Flamengo voltou pressionando o Botafogo em seu campo de defesa. No entanto, os rubro-negros tinham dificuldade em criar bons lances e paravam na marcação alvinegra. O Botafogo, recuado, tentava explorar os contra-ataques.

Se o Flamengo tentava e não conseguia, o Botafogo chegou ao segundo gol aos 21 minutos. Wallyson acertou belo chute colocado no ângulo, sem chance para Paulo Victor para ampliar o placar em Manaus.

Depois do novo revés, o Flamengo seguiu em busca do gol e ele veio aos 29 minutos. Anderson Pico arriscou de fora da área, a bola bateu na trave e sobrou para Eduardo da Silva tocar para a rede.

Após o gol, os rubro-negros aumentaram a pressão, mas continuavam tendo problemas em passar pela marcação do Botafogo. Os alvinegros, cada vez mais recuados, pouco se aventuravam no ataque. Nos minutos finais, os botafoguenses sofreram com uma cabeçada de Elton, defendida por Jefferson. Assim, a equipe de General Severiano conseguiu uma vitória importante na luta para fugir do rebaixamento.

FICHA TÉCNICA - BOTAFOGO-RJ 2 X 1 FLAMENGO-RJ

Local: Arena Amazônia, em Manaus (AM)
Data: 25 de outubro de 2014 (Sábado)
Horário: 21h(de Brasília)
Árbitro: Ricardo Marques Ribeiro (Fifa-MG)
Assistentes: Emerson Augusto de Carvalho (Fifa-SP) e Fábio Pereira (Fifa-TO)
Renda: R$ 4.118.040,00
Público: 39.561 pagantes
Cartões amarelos: André Bahia e Jefferson (Botafogo); Léo (Flamengo)
GOLS
BOTAFOGO: Rogério, aos 33min do primeiro tempo; Wallyson, aos 21min do segundo tempo
FLAMENGO: Eduardo da Silva, aos 29min do segundo tempo

BOTAFOGO: Jéfferson, Régis, André Bahia, Rodrigo Souto e Junior Cesar; Andreazzi (Dankler), Gabriel e Mario Bolatti; Carlos Alberto (Cachito Ramírez), Wallyson e Rogério (Jobson)
Técnico:  Vagner Mancini

FLAMENGO: Paulo Victor, Léo, Marcelo, Samir e Anderson Pico; Amaral, Muralha, Luiz Antonio (Elton) e Lucas Mugni (Igor Sartori); Gabriel e Nixon (Eduardo da Silva)
Técnico: Vanderlei Luxemburgo

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.