Enquanto um está mais distante da zona de rebaixamento ao ponto de poupar titulares, o outro está afundado na crise

Gabriel comemora gol do Flamengo na vitória sobre o Internacional
Jorge Rodrigues/Agência Eleven/Gazeta Press
Gabriel comemora gol do Flamengo na vitória sobre o Internacional

Botafogo e Flamengo fazem clássico carioca neste sábado, às 21h (de Brasília), na Arena Amazônia, em Manaus (AM), pela 31ª rodada do Campeonato Brasileiro. Os dois times atravessam momentos distintos.

O Flamengo vem de triunfo de 2 a 0 sobre o Internacional, soma quarenta pontos e conseguiu abrir vantagem tranquila em relação à zona de rebaixamento. É lá que está o Botafogo, que vem de derrota de 2 a 0 para o Coritiba e tem apenas trinta pontos, mergulhado em uma grave crise.

A importância do clássico deste sábado é muito maior para o Botafogo, que pode ficar ainda mais próximo da Segunda Divisão em caso de derrota. Já o Flamengo está mais preocupado com a partida da próxima quarta-feira, contra o Atlético-MG, pelas semifinais da Copa do Brasil, tanto que vai preservar a maioria dos titulares neste compromisso.

Para o o técnico do Glorioso, Vagner Mancini, os jogadores não entrarão em campo abatidos ou com espírito de derrotados somente por conta dos tropeços recentes. O treinador tem procurado usar a Matemática a favor de seus comandados, lembrando que o Glorioso ainda depende dos próprios resultados, considerados possíveis, para garantir a permanência na elite nacional.

"Não vamos permitir nada de desânimo no Botafogo, apenas nos trinta minutos finais a uma derrota, ainda no vestiário. Depois disso conversamos e já estamos pensando no Flamengo. Os jogadores estão sendo cobrados, mas já passaram do juvenil e por isso têm emocional para isso. A gente queria ter vencido o Coritiba e isso ia facilitar muito, mas temos condições de saírmos desta situação", disse Mancini.

O comandante não terá grandes opções no elenco e deve fazer apenas uma modificação em relação ao time que foi derrotado pelo Coritiba. Expulso naquele confronto, o volante Aírton fica impedido de atuar, cedendo seu posto para o argentino Mario Bolatti. Se o Alvinegro dá o máximo de atenção ao clássico, o Flamengo parece não se importar muito com o jogo.

O técnico Vanderlei Luxemburgo criticou a retirada da partida do Rio de Janeiro por conta do desgaste da viagem para a Região Norte. O Botafogo optou por negociar esse mando de campo para conseguir faturar junto a organizadores do local.

"Infelizmente esse jogo acaba exigindo demais da gente em termos de desgaste, pois tem viagem, deslocamentos, retorno, enfim, isso deveria ser repensado. Mas vamos a campo com o pensamento de ganhar a partida e seguirmos nos distanciando da confusão no Campeonato Brasileiro", afirmou o treinador.

Botafogo vem de derrota para o Coritiba
Site oficial
Botafogo vem de derrota para o Coritiba

Mas para o goleiro Jefferson, os titulares poupados não serão problema. "O Flamengo conta com jogadores de qualidade em seu elenco e com um time em condições de fazer um jogo equilibrado. Com certeza quem entrar do lado de lá vai mostrar muita vontade e precisamos estar preparados para uma partida muito complicada. Porém, o Botafogo não pode pensar em outro resultado que não seja a conquista de uma vitória e vamos em busca dos três pontos", comentou.

Assim, a escalação do Flamengo se tornou um mistério. Do time que começou o jogo contra o Internacional, sete atletas nem sequer viajaram para a capital amazonense: Léo Moura, João Paulo, Chicão, Canteros, Cárceres, Márcio Araújo e Éverton ficaram no Rio de Janeiro.

Dos chamados titulares, o único que está impedido de atuar é o lateral-esquerdo João Paulo, que foi advertido com o terceiro cartão amarelo diante do Colorado e terá que cumprir suspensão. Os principais titulares que devem entrar em campo neste sábado são o o goleiro Paulo Victor, o zagueiro Samir e os atacantes Gabriel e Eduardo da Silva.

No primeiro turno do Campeonato Brasileiro as duas equipes se enfrentaram no Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ), e o Flamengo levou a melhor ganhando por 1 a 0. Alecsandro marcou o único gol da partida, que marcou a estreia de Vanderlei Luxemburgo.

FICHA TÉCNICA
BOTAFOGO-RJ X FLAMENGO-RJ

Local: Arena Amazônia, em Manaus (AM)
Data: 25 de outubro de 2014 (Sábado)
Horário: 21h (de Brasília)
Árbitro: Ricardo Marques Ribeiro (Fifa-MG)
Assistentes: Emerson Augusto de Carvalho (Fifa-SP) e Fábio Pereira (Fifa-TO)

BOTAFOGO: Jéfferson, Régis, André Bahia, Dankler e Junior Cesar; Gabriel, Mario Bolatti e Cachito Ramírez; Wallyson, Jobson e Rogério
Técnico: Vagner Mancini

FLAMENGO: Paulo Victor, Léo, Marcelo, Samir e Anderson Pico; Amaral, Muralha, Luiz Antonio e Lucas Mugni; Gabriel e Eduardo da Silva
Técnico: Vanderlei Luxemburgo

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.