Tamanho do texto

Reincidente, atacante foi punido pelas faltas sem justificativa e ainda amarga jejum de gols com a camisa do time mineiro

Jô, atacante do Atlético-MG
Bruno Cantini/Flickr Clube Atlético Mineiro
Jô, atacante do Atlético-MG

O atacante Jô voltou a treinar nesta quinta-feira, na Cidade do Galo. O jogador do Atlético-MG se reuniu com o presidente Alexandre Kalil, foi punido pelas faltas sem justificativa e acabou sendo reintegrado ao elenco atleticano. O atleta já tinha conversado com o diretor de futebol Eduardo Maluf e com o técnico Levir Culpi, mas faltava a palavra final de Kalil.

Leia mais: Diego Tardelli pede desculpas por ofensas a árbitro de Bahia x Atlético-MG

O sumiço de Jô não é novidade, já que ele faltou a treinos do Atlético-MG nesta temporada. Na ocasião, o atacante foi punido com multa no salário e voltou a treinar normalmente. Jô explicou a situação para o elenco, alegando problemas particulares, recebeu apoio, mas desta vez o jogador terá mais problemas para reconquistar a confiança dos companheiros.

Além das questões disciplinares, Jô amarga um longo jejum de gols com a camisa do Atlético-MG e da seleção brasileira. São 25 partidas sem saber o que é balançar as redes, o que fez a ausência de Jô não ser tão sentida no grupo alvinegro já que o jovem Carlos assumiu a posição e vem dando conta do recado.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.