Parados há três dias, funcionários voltaram a trabalhar após a promessa de Ilídio Lico em quitar a dívida ainda nesta quinta

Ilídio Lico conseguiu convencer os funcionários da Portuguesa a voltar ao trabalho
Wagner Meier/Agif/Gazeta Press
Ilídio Lico conseguiu convencer os funcionários da Portuguesa a voltar ao trabalho

Os funcionários que entraram em greve na Portuguesa na última terça-feira estão de volta ao trabalho. O protesto, iniciado por causa da falta de pagamento aos empregados, cessou depois de uma conversa com o presidente Ilídio Lico, onde o dirigente prometeu que a dívida será quitada a partir desta quinta.

Confira a classificação atualizada, artilharia e notícias da Série B

Lico confirmou que todos os salários estão quitados e que até "se impressionaram" com a rapidez com que ele cumpriu com sua palavra de pagar os salários atrasados. Assim, a partida entre Portuguesa e Icasa , marcada para esta sexta-feira, às 19h30 (de Brasília), no Canindé, está confirmada.

Segundo informações dos funcionários, os atrasos salariais chegavam a quase três semanas para os registrados e três meses para prestadores de serviços. O problema financeiro não é de agora e chega ao departamento de futebol: os treinadores que passaram pelo clube nesta temporada ainda não receberam e entraram na Justiça para cobrar a Lusa.

Para piorar a situação, não há precisão de novas receitas nesta temporada e o time está prestes a ser rebaixado para a Série C do Campeonato Brasileiro. A equipe venceu apenas três jogos no torneio e está na lanterna, com 21 pontos conquistados, a 14 do Oeste, primeiro fora da degola.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.