Jornais de Madri e Barcelona divergiram sobre autorização do uruguaio para atuar no jogo depois da punição dada pela Fifa

Após jornais de Madri contestarem ao longo da semana a validade do retorno de Luis Suárez aos gramados pelo Barcelona diante do Real Madrid neste sábado, pelo Campeonato Espanhol, publicações catalãs rebateram nesta quinta-feira com um argumento definitivo para a participação do uruguaio no Superclássico.

O "Mundo Deportivo", de Barcelona, publicou um comunicado por escrito no qual o Tribunal Arbitral do Esporte, órgão acima até mesmo da Fifa, não deixa dúvidas quanto à suspensão do jogador, banido por quatro meses por ter mordido o zagueiro italiano Chiellini durante uma partida da Copa do Mundo.

Na nota, o tribunal deixa claro que a suspensão de Suárez se iniciou no dia 25 de junho e se encerra à meia-noite de sexta-feira, dia 24 de outubro. O comunicado foi enviado por escrito ao Barcelona assim que o calendário do campeonato foi divulgado, de acordo com a publicação.

Apimentando a rivalidade entre Madri e Barcelona, o jornal ainda aproveitou para ironizar o clube espanhol. "No clube catalão, se interpretam os últimos movimentos como uma mostra do temor que se cria a partir de um ataque formado por Suárez, Messi e Neymar, trio que tem sido objeto de desejo de Florentino Pérez (presidente do Real) nos últimos ano", diz o provocou o diário.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.