Goleiro elogiou o desempenho do time no empate por 1 a 1 com o Cruzeiro, em Belo Horizonte

O goleiro Fernando Prass deixou o gramado do Mineirão com o sentimento de frustração pelo empate cedido ao Cruzeiro nos acréscimos, na noite de quarta-feira. No entanto, mesmo chateado por não ter conseguido segurar a vitória, o jogador entende que o desempenho contra o primeiro colocado do Campeonato Brasileiro deixa o Palmeiras mais forte para o clássico de sábado, contra o Corinthians.

Confira a tabela completa do Campeonato Brasileiro

"Nosso time sai fortalecido de um jogo como este, que foi muito difícil e volúvel, pois poderíamos ter saído com a vitória, mas com a derrota também. Se tomássemos um gol no começo do jogo, ficaria muito complicado. O jogo contra o melhor time disparado do Brasil fortalece, mas já passou. Agora, temos outro adversário, com características diferentes, e temos de construir daqui para frente", afirmou.

Marcos participa de gravação do carnaval da Mancha Verde, no Allianz Parque

O Palmeiras se defendeu com eficiência durante a maior parte do jogo da noite de quarta-feira e aproveitou um contra-ataque para fazer 1 a 0, com gol de Mouche, aos 43 minutos. Porém, o Cruzeiro continuou pressionando e igualou a contagem com Dagoberto, aos 47.

O resultado manteve o Palmeiras no 14º lugar no Brasileirão, com 35 pontos, ainda com quatro de vantagem sobre a zona de rebaixamento. Agora, Prass alerta para a necessidade de buscar uma vitória sobre o rival Corinthians, pois, além de elevar a pontuação na briga contra a degola, ajudaria ainda na parte psicológica.

"O peso que tem para nós é que o clássico vai dar três pontos e pode nos levar a 38, cada vez mais perto do nosso objetivo. Em termos de ânimo também ajuda muito, porque dá uma credibilidade muito grande com os torcedores e precisamos deles nesta reta final. O resultado nos daria pontuação e ambiente bons", declarou.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.