Time mineiro vencia o Bahia até os 38 minutos do segundo tempo, mas cedeu o 1 a 1 e pode ser ultrapassado nesta quarta

Os jogadores do Atlético-MG lamentaram muito o resultado de empate contra o Bahia , em Salvador. Na avaliação dos atletas, a igualdade teve gosto de derrota já que o time vencia a partida por 1 a 0 até os minutos finais. O lateral Marcos Rocha ainda citou a falta de tranquilidade nas finalizações como um dos pontos fracos do Atlético-MG nesta terça-feira.

Veja a classificação, tabela de jogos, artilharia e notícias do Campeonato Brasileiro

"Uma derrota. Criamos bastantes oportunidades, não fizemos os gols e acabamos sofrendo no finalzinho. Faltam oito, nove jogos para terminar o ano no Campeonato Brasileiro e temos que entrar com sede de vitórias, de fazer gols, e não podemos deixar a desejar como temos feitos nos jogos fora de casa. Infelizmente faltou um pouco de frieza na hora de fazer os gols", declarou.

O volante, Pierre, que entrou nos segundo tempo, também lamentou o resultado, que segundo ele, poderia ter mostrado a vitória atleticana. O jogador afirma que o Galo tinha o resultado nas mãos, mas pagou caro pelo cochilo defensivo. Para Pierre, a momento agora é de levantar a cabeça e pensar na sequência alvinegra.

"O sentimento é muito ruim. Tínhamos o jogo nas mãos, mas cochilamos no final, tomamos o gol e perdermos uma oportunidade boa de sairmos daqui vitoriosos. Agora é levantar a cabeça e pensar no próximo jogo, dentro da nossa casa e com o apoio da torcida", disse.

Com o resultado o Atlético-MG chegou as 51 pontos e assumiu a terceira colocação. Porém, Internacional e Corinthians jogam nesta quarta-feira e se vencerem Flamengo e Vitória, respectivamente, deixarão o time mineiro na quinta posição.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.