Tamanho do texto

"Sou um fã do Real Madrid, mas o Liverpool é o clube que eu amo", disse o meio-campista de 34 anos

Na véspera do duelo pela Liga dos Campeões entre Liverpool e Real Madrid , às 16h45 (de Brasília) de quarta-feira, em Anfield, Steven Gerrard revelou que por duas vezes esteve próximo de assinar com o adversário. Porém, o capitão do time inglês, hoje com 34 anos, diz que seu arrependimento seria grande se tivesse deixado o único clube que defendeu na carreira.

Classificação, tabela de jogos, artilharia e notícias do Campeonato Inglês

"Eu tive duas chances de assinar com o Real Madrid, mas resisti à tentação por vários motivos. Tenho uma ligação muito forte com o Liverpool, o clube da minha cidade. Talvez um dia eu me arrependa um pouco por nunca ter enfrentado novos desafios na carreira, mas acho que iria me arrepender ainda mais se tivesse deixado o Liverpool. Sou um fã do Real Madrid, mas o Liverpool é o clube que eu amo".

Classificação, tabela de jogos, artilharia e notícias do Campeonato Espanhol

Gerrard ainda disse que o Liverpool irá destemido para enfrentar o líder do Grupo B da Liga dos Campeões. "Acho que o Real Madrid vem jogar sem qualquer tipo de receio, mas esperamos surpreender e impressionar algumas pessoas. Temos de dar o máximo para conseguir um bom resultado. Temos muito respeito pelo adversário, mas tudo se resume à forma como jogarmos. Sabemos que temos de fazer melhor".

O jogador venceu a Liga dos Campeões em 2005 e foi um dos responsáveis pela maior goleada sofrida pelo Real Madrid na história da competição. Na ocasião, os Reds venceram os merengues por 4 a 0 no Anfield, com dois gols do capitão.

"Era um grande time. Recordo aquela noite para sempre. São noites assim que você guarda na sua memória. Para vencermos o Real Madrid, precisamos ter um rendimento quase igual ao daquela noite. Temos de tratar esta partida como desafio, queremos melhorar como clube e este jogo é um plus para a gente".

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.