Tamanho do texto

"Em 2009 tínhamos jogadores mais experientes. Agora é mais garotada, mas não é diferente", disse o atacante Jobson

Lutar contra o rebaixamento no Campeonato Brasileiro não tem sido novidade para o Botafogo. Voltando a ser assombrado pelo fantasma do rebaixamento, o Glorioso se inspira na campanha de 2009 para conseguir arrancada para permanecer na elite do futebol nacional.

Botafogo está na zona de rebaixamento. Confira a classificação do Brasileiro

Naquela ocasião, após 29 jogos o time de General Severiano acumulava 31 pontos na classificação, dois acima da zona de rebaixamento. Daí em diante somou 16 pontos em oito partidas, garantindo a permanência apenas na última rodada.

Botafogo tenta escapar do rebaixamento
FERNANDO SOUTELLO/ Agif/Gazeta Press
Botafogo tenta escapar do rebaixamento

Na vitória por 2 a 1 sobre o Palmeiras, um dos gols que assegurou a manutenção da equipe na Série A foi marcado por Jobson. De volta ao clube, o atacante relembra a jornada de cinco temporadas atrás e pondera sobre as diferenças entre os elencos alvinegros.

"Em 2009 tínhamos jogadores mais experientes. Agora é mais garotada, mas não é diferente. São todos profissionais aqui e, apesar de serem novos, são capazes de ajudar o Botafogo. Daquela vez foi mais difícil porque nos livramos na última rodada e esse ano nós ainda temos nove jogos pela frente", explica o jogador, que reestreou no último domingo, mas não evitou o 21º tropeço do Glorioso no Campeonato Brasileiro.

O empate em 1 a 1 com o Sport deixa o Botafogo na 17ª colocação, com 30 pontos - um a menos do que na campanha de cinco anos atrás. Se conseguir repetir o desempenho e conquistar cinco vitórias até o final do Brasileirão, deve se manter com folgas na Série A. Mas para isso precisa mudar completamente de postura, pois só venceu duas vezes no returno.

Nas nove rodadas finais, o Botafogo tem dois confrontos diretos (Coritiba e Chapecoense) e dois clássicos (Flamengo e Fluminense), além de uma visita ao líder Cruzeiro. A jornada tem início nesta às 21 horas (de Brasília), fora de casa contra o Coritiba. Uma vitória no Couto Pereira pode render saída do Z-4, mas o revés talvez deixe o Glorioso na lanterna.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.