Tamanho do texto

Muitos torcedores do Cruzeiro pediam a entrada de Léo, mas o técnico bancou a presença do zagueiro entre os titulares

Dedé sobe mais do que a zaga para fazer o gol do Cruzeiro diante do Vitória, no Barradão
Romildo de Jesus/Futura Press
Dedé sobe mais do que a zaga para fazer o gol do Cruzeiro diante do Vitória, no Barradão

Autor do único gol da vitória do Cruzeiro neste domingo diante do Vitória, o zagueiro Dedé não escondeu a chateação que estava sentindo por conta das críticas que vinha sofrendo. Ainda assim, ele foi bancado pelo técnico Marcelo Oliveira na equipe titular e balançou as redes aos 39 minutos do segundo tempo.

"Cara, eu estava bem chateado. Apesar de considerar os jogos de muita vontade e determinação, eu estava pecando, errando e, até por fatalidade, fazendo gol contra. Estava triste e todos notaram. Nosso assessor, Guilherme Mendes, chegou a mim e me encheu de palavras maravilhosas que fazem a gente retomar a autoestima, acreditar de novo no potencial e hoje fui coroado com esse gol que ajudou a equipe. Por isso, é para ele", disse ao Premiere na saída do gramado.

Dedé aproveitou para exaltar Marcelo Oliveira, a quem considera uma das melhores pessoas no meio do futebol. Muitos torcedores pediam a entrada de Léo no lugar do zagueiro, mas o técnico afirmou que garantiria a titularidade de seu homem de confiança.

"O gol que fiz não é desabafo não, é o gol do grupo, da união, confiança. O Marcelo Oliveira passa uma confiança que é diferente de qualquer outro treinador. Ele é um cara excepcional não só como profissional, mas como pessoa também", finalizou.

O Cruzeiro é líder com 59 pontos, sete pontos a mais que o vice-líder São Paulo e caminha a passos largos para o bicampeonato no Brasileirão.

Marcelo Oliveira destaca melhora de Dedé

O técnico Marcelo Oliveira mostrou-se satisfeito com o rendimento de sua equipe, que, neste sábado, conquistou uma importante vitória por 1 a 0 diante do Vitória, em Salvador. Mais do que os três pontos, o jogo significou a retomada da confiança da equipe e uma melhora do zagueiro Dedé dentro de campo, segundo o comandante da Raposa.

"Acho que poderíamos ter feito o gol antes e ter tido mais tranquilidade. Foi uma vitória importante que nos dá uma condição boa porque nossos concorrentes jogam fora de casa e a gente em casa. Estou satisfeito pela Vitória e pela produção. Melhorou a condição no campeonato. Uma rodada a menos e aumentou a diferença. Mas ainda não acabou. Temos um jogo importante na quarta-feira", disse.

Marcelo aproveitou para alertar Dedé sobre sua ansiedade, mas garantiu que o jogador é um dos melhores do elenco. Depois de uma partida muito abaixo no meio de semana, a expectativa era de que o beque cedesse sua vaga na equipe titular para Léo.

"Qualquer jogador que está jogando no Cruzeiro pode ceder o lugar para outro. O Dedé é um pouco ansioso, tem que melhorar nisso. Mas vem treinando bem, tem qualidade. Falei que era zagueiro de Seleção Brasileira e conversei antes do jogo para rebater quando der. A nossa zaga precisa conversar e treinar, coisa que no Brasil você não consegue", finalizou.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.