Treinador poderia pegar até 12 partidas de suspensão por causa de sua expulsão na partida contra o São Paulo

O técnico Luiz Felipe Scolari, do Grêmio , foi absolvido pelo STJD (Superior Tribunal de Justiça Desportiva) em julgamento ocorrido nesta sexta-feira, no Rio de Janeiro. Expulso na partida contra o São Paulo por reclamar contra decisões do árbitro Felipe Gomes da Silva, o treinador gremista corria o risco de pegar até 12 jogos de suspensão. Com a absolvição, está liberado para comandar o time à beira do campo nos próximos jogos.

Confira a classificação atualizada, artilharia e notícias do Brasileirão

Nesta quinta, em coletiva concedida após o treino, Felipão acreditava em sua absolvição. Destoando de jogadores e dirigentes, o técnico preferiu não reclamar contra a arbitragem de Sandro Meira Ricci na derrota para o Palmeiras, no último sábado, justamente para não agravar sua situação no tribunal. O Grêmio também foi julgado e igualmente absolvido pelos auditores a respeito de um objeto jogado no gramado da Arena, no mesmo jogo diante do São Paulo, situação descrita pela súmula da partida.

E mais: Desfalques fazem Felipão projetar o meio de campo gremista com três volantes

Enquanto era julgado, Felipão comandou um treino sob forte chuva na manhã desta sexta, no campo suplementar do Olímpico. A atividade foi apenas recreativa, e não contou com as presenças de Giuliano e Rhodolfo, que não viajarão com a delegação para Goiânia, onde a equipe enfrentará o Goiás, neste sábado.

O Grêmio deverá começar a partida no Serra Dourada com Marcelo Grohe; Pará, Geromel, Bressan e Zé Roberto; Walace, Ramiro, Fellipe Bastos, Alán Ruiz e Luan; Lucas Coelho. O Tricolor é o 5º colocado do Brasileirão, com 46 pontos.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.