Gabriel e Bolatti lembraram que a derrota para o Santos foi "feia" e "dolorosa", mas têm de livrar o Botafogo da degola

Bolatti e Arouca disputam a bola no Maracanã
Vitor Silva/SSPress
Bolatti e Arouca disputam a bola no Maracanã

A goleada de 5 a 0 para o Santos , que gerou a eliminação nas quartas de final da Copa do Brasil, não vai atrapalhar a luta do Botafogo para fugir do rebaixamento no Campeonato Brasileiro. Quem garante isso são os próprios atletas do Glorioso, que sabem da importância de o time ter uma boa atuação no confronto deste domingo, às 18h30 (de Brasília), contra o Sport, no Estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda, pela 29ª rodada da competição. Com 29 pontos, o Alvinegro se encontra na zona de queda.

Leia mais: Diretoria do Botafogo cogita punir Jefferson por não ter atuado contra o Santos

"Um resultado como esse é doloroso e machuca muito. Ainda mais porque sabemos que não foi um acidente e sim algo fácil de se explicar, já que o Santos foi muito superior ao longo dos noventa minutos. Mas o torcedor pode ter certeza de que não vamos deixar isso nos afetar na sequência da temporada, pois nunca escondemos que a nossa prioridade é mesmo o Campeonato Brasileiro", disse o volante Gabriel.

Também volante, o argentino Mario Bolatti segue a mesma linha de raciocínio. "Nós ficamos realmente abatidos porque é muito feio perder da maneira como foi. Porém, nós sabemos que o Campeonato Brasileiro é a nossa prioridade e vamos lutar pela permanência o time na Primeira Divisão. Não tem nada perdido e o nosso foco está todo neste difícil compromisso contra o Sport", assegurou o argentino.

Com pouco tempo para treinar o time, o técnico Vagner Mancini só deverá definir no treino deste sábado à tarde, no Engenhão, o time que enfrentará o Sport. O lateral esquerdo Junior Cesar, recuperado de dores musculares na coxa direita, deverá retornar, enquanto que o zagueiro André Bahia, com o mesmo tipo de problema, ainda é dúvido. Outro retorno será o do lateral direito Régis, que não estava inscrito na Copa do Brasil. O Alvinegro também poderá contar com o goleiro Jéfferson, que estava com a Seleção Brasileira, e com o atacante Jobson, enfim liberado pela Fifa para poder defender o Glorioso. Após o treino deste sábado a delegação viaja para Volta Redonda.


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.