Tamanho do texto

Equipe baiana conseguiu empate por 2 a 2 em Medellín e agora joga em casa para alcançar vaga para as quartas de final

Munido de um empate em 2 a 2 conquistado em Medellín, o Vitória recebe o Atlético Nacional nesta quinta-feira a uma vitória simples de avançar na Copa Sul-Americana. Em partida válida pelas oitavas de final, o Leão aposta na força de sua torcida para pressionar o adversário colombiano no Barradão e avançar.

Investindo na lotação do estádio, a diretoria decidiu não cobrar ingresso das mulheres que forem apoiar a equipe. A medida é reflexo da adesão do Vitória à campanha "Outubro Rosa", que combate o câncer de mama. Mas o tom deve ficar apenas nas arquibancadas, já que a equipe rubro-negra estreia uniforme comemorativo dos 115 anos do clube: camisa preta com detalhes em vermelho e dourado.

Bem vestido, o Leão da Barra entra em campo em vantagem, e basta o goleiro Gatito Fernández não ser vazado nesta quinta para garantir classificação. O Vitória só sai do gramado do Barradão eliminado caso seja derrotado ou empate por três ou mais gols, sendo que a repetição do resultado de Medellín leva a disputa aos pênaltis. Qualquer outro placar é benéfico ao rubro-negro.Mas a missão em campo pode se desenhar mais complicada do que parece. Isto porque o técnico Ney Franco, por priorizar a luta contra o rebaixamento no Campeonato Brasileiro, deve repetir a estratégia que vem adotando no torneio continental e escalar equipe com vários reservas. Ele faz mistério e não revela o time.

"Temos que sentar e avaliar alguns jogadores junto com a comissão técnica, até porque de quinta a domingo o tempo de recuperação é pequeno", argumenta, referindo-se ao duelo contra o Cruzeiro, que será no final de semana. "Dentro de alguns critérios, vamos colocar uma equipe forte na quinta e no domingo também. Temos que montar uma equipe com competência de classificar e depois de vencer o líder. Temos uma sequência muito forte, então a preservação da parte física é fundamental", explica.

Desta forma, ainda que possivelmente descaracterizado, o Rubro-Negro tenta manter invencibilidade de quatro jogos ao subir ao gramado às 19h15 (de Brasília) desta quarta-feira. O Atlético Nacional vem de duas derrotas seguidas em torneios domésticos e venceu apenas um de seus últimos seis compromissos.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.