Absolvido pelo STJD, o técnico Ricardinho poderá repartir a base que conquistou uma vitória chave diante do Luverdense

Em busca da confirmação da permanência na Série B o mais rápido possível, o Paraná recebe, nesta sexta-feira, o América-MG, às 21h50 (de Brasília), na Vila Capanema. Com 36 pontos, na 13ª posição, o Tricolor pode abrir uma boa vantagem para a zona de rebaixamento e, consequentemente, ter mais tranquilidade para trabalhar na reta final da competição. Já o adversário, ainda que timidamente, sonha ainda com o G-4.

Liberado para trabalhar à beira do gramado após ser julgado e absolvido pelo STJD pela expulsão diante da Ponte Preta, o técnico Ricardinho terá a oportunidade de repartir a base que conquistou uma vitória chave diante do Luverdense, fora de casa, no último final de semana. A exceção será o volante Jean, que recebeu o terceiro cartão amarelo e cumpre suspensão automática. Em seu lugar, entra o jovem Lucas Otávio, que terá uma boa oportunidade de mostrar serviço e tentar retomar seu espaço no grupo.

O treinador paranista, no entanto, alerta que, mesmo vindo de vitória e ganhando uma ‘gordura’ na classificação, o time não pode se acomodar e precisa engatar uma sequência boa para deixar a recuperação mais concreta. "Você tem um conforto, que não é o nosso caso, mas nunca podemos trabalhar em cima do conforto, mas em cima do resultado. Nos traz uma sensação boa, mas temos que entender que a continuidade é extremamente importante", analisou.

Na oitava colocação da Série B, o América-MG ainda sonha com um lugar no G-4 da competição nacional. Para atingir o objetivo, o Coelho conta com a presença do técnico Givanildo Oliveira como um dos trunfos da equipe. O desempenho do time tem melhorado depois que o treinador assumiu o comando, o que dá esperança aos americanos de conquistarem o acesso. A missão é difícil: os mineiros precisam vencer, pelo menos, oito dos nove jogos restantes. Assim, chegaria a 65 pontos e levaria vantagem nos critérios de desempate.

O armador Tchô sabe que o acesso é complicado, mas deixa claro que o América-MG vai perseguir o objetivo até fim, mirando uma vitória contra o Paraná Clube. "Todas as equipes, agora nessa reta final, procuram se juntar para alcançar os objetivos. Se o Paraná tem (objetivos), nós também temos. E esses objetivos passam pelo Paraná. A gente sabe que vai ser uma partida muito difícil, mas nos vínhamos de uma grande partida fora de casa e vamos procurar fazer uma boa atuação novamente", declarou.

Se depender do retrospecto, a torcida do América-MG pode ficar tranquila, porque o clube costuma se dar bem em duelos contra o Paraná. Em 18 jogos, o Coelho venceu oito, empatou sete e perdeu apenas três vezes. No duelo do turno, disputado no Independência, vitória mineira por 1 a 0. Para repetir o feito, Givanildo Oliveira não poderá contar com o lateral e meia Gilson, que vai cumprir suspensão automática. Bruninho é o mais cotado para ficar com a vaga, enquanto Renan Oliveira corre por fora.

FICHA TÉCNICA
PARANÁ-PR X AMÉRICA-MG

Local : Estádio Durival Britto e Silva, em Curitiba-PR
Data : 17 de outubro de 2014, sexta-feira
Horário : 21h50 (de Brasília)
Árbitro : Bráulio da Silva Machado-SC
Assistentes : Nadine Schramm Camara Bastos (Fifa-SC) e Rosnei Hoffmann Scherer-SC

PARANÁ : Marcos; Ricardinho, Cleiton, Alisson e Paulinho; Jean, Édson Sitta (Lucas Otávio), Henrique Santos e Lúcio Flávio (Leandro Vilela); Carlinhos e Giancarlo (Tiago Alves)
Técnico : Ricardinho

AMÉRICA-MG : João Ricardo; Pablo, Adalberto, Vitor Hugo e Raul; Leandro Guerreiro, Andrei Girotto, Tchô e Bruninho (Renan Oliveira); Willians e Obina
Técnico : Givanildo Oliveira

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.