Sassá anotou os dois gols do triunfo por 2 a 1, enquanto Rodrigo Silva diminuiu para o time potiguar

O sonho de voltar à elite do futebol brasileiro segue vivo no torcedor alvirrubro. Ao receber o ABC na Arena Pernambuco, neste sábado, o Náutico chegou a tomar sustos, mas resolveu nos minutos finais. Sassá anotou ambos os gols do triunfo por 2 a 1, enquanto Rodrigo Silva diminuiu para o time potiguar.

Confira classificação, tabela de jogos, artilharia e notícias da Série B do Brasileiro

Vencendo, o Timbu alcança os 44 pontos após 29 rodadas disputadas na Série B do Campeonato Brasileiro. A equipe pernambucana figura na sétima posição, com seis pontos a menos que o quarto colocado Ceará. O próximo compromisso é fora de casa, contra o Sampaio Corrêa, no próximo sábado.

Já o ABC segue na zona intermediária da tabela, mas agora um pouco mais incomodado pela proximidade da zona de rebaixamento. O Alvinegro ocupa o 14º posto com 35 pontos, quatro a mais do que o 17º colocado América-RN. A equipe tenta se reabilitar no meio de semana, quando recebe o Cruzeiro pelas quartas de final da Copa do Brasil. Pela Série B, o próximo rival é o Luverdense, no sábado.

O jogo

O torcedor que demorou a se ajeitar nas arquibancadas perdeu o gol de Sassá, ainda aos dois minutos. Ao disputar corrida com dois abecedistas, ele aproveitou o vacilo dos adversários para bater no cantinho e dar vantagem ao Náutico.A partida equilibrada sempre teve o Timbu melhor, tomando as ações na partida e controlando melhor a bola. Renato Chaves, de cabeça, e Tadeu, em sobra de bola, tiveram boas chances dentro da área e desperdiçaram.

Assim, quando o árbitro marcou pênalti sobre Zambi, aos 23, o ABC teve a chance do empate, mas Julio Cesar voou para defender a cobrança de Rodrigo Silva. Zambi ainda tentou recuperar a oportunidade perdida ao bater colocado, aos 41, mas bateu torto. Bruno Furlan respondeu para o Náutico pouco antes do intervalo, mas Gilvan fez boa defesa e Sassá desperdiçou o rebote.

A evolução do time visitante continuou no início do segundo tempo e resultou no empate aos quatro minutos. Zambi recebeu ótimo lançamento às costas da zaga e cruzou na medida para Rodrigo Silva se redimir do pênalti perdido.

Os minutos seguintes se arrastaram na Arena Pernambuco. Melhor postado e mais agressivo, o ABC levou perigo em arrancada de Madson, mas o chute cruzado passou por toda a extensão da área sem ninguém completar.

Já aos 40, quando a partida morna indicava o empate como resultado final, Bruno Furlan foi derrotado em pênalti. Decisivo, Sassá ainda viu seu chute acertar a trave antes de balançar as redes de Gilvan, dando números finais ao placar.

FICHA TÉCNICA
NÁUTICO 2 X 1 ABC

Local: Arena Pernambuco, em São Lourenço da Mata (PE)
Data: 11 de outubro de 2014, sábado
Horário: 16h10 (de Brasília)
Árbitro: Felipe Duarte Varejao (ES)
Assistentes: Katiuscia M Berger Mendonça (Fifa/ES) e Fabio Faustino dos Santos (ES)
Público: 6.530 pessoas
Cartões amarelos: Rafael Cruz e Paulinho (Náutico); Marcel (ABC)

Gols: NÁUTICO: Sassá aos 02 minutos do primeiro tempo, e aos 40 minutos do segundo tempo ABC: Rodrigo Silva, aos 04 minutos do segundo tempo

NÁUTICO: Júlio César; Rafael Cruz (Neílson), William Alves, Renato Chaves e Raí; João Ananias, Paulinho e Cañete (Marcos Vinícius); Bruno Furlan, Sassá e Tadeu (Helder)
Técnico: Dado Cavalcanti

ABC: Gilvan; Madson (Somália), Marlon, Samuel e Michel Benhami; Fábio Bahia, Marcel, Daniel Amora e Ronaldo Mendes (João Henrique); Zambi (Patrick) e Rodrigo Silva

Técnico: Zé Teodoro

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.