Atacante do Atlético-MG marcou os dois gols do Brasil na vitória sobre a Argentina e disse que a "ficha vai demorar a cair"

Diego Tardelli bate de primeira e abre o placar para o Brasil
KIM KYUNG-HOON/REUTERS/Newscom
Diego Tardelli bate de primeira e abre o placar para o Brasil

Diego Tardelli estava radiante após disputar o Superclássico das Américas. Não era para menos. Foram dele os dois gols do Brasil sobre a Argentina neste sábado, em Pequim, os seus primeiros com a camisa da Seleção.

Leia mais: Tardelli faz dois, Jefferson pega pênalti de Messi e Brasil vence a Argentina

"É uma sensação única, uma alegria enorme. Fiz o meu primeiro gol justamente contra a Argentina, a nossa maior rival", comemorou Tardelli.

O atacante, no entanto, não se satisfaz apenas com o bom início de trabalho sob o comando de Dunga. Sua meta é a longo prazo. Mal acabou uma Copa do Mundo - com catástrofe para a Seleção -, ele já pensa em outra.

"Preciso continuar fazendo a minha parte para ficar na Seleção. Tenho o objetivo de disputar uma Copa do Mundo, então é bom começar com o pé direito", disse o atacante do Atlético-MG.Por enquanto, Tardelli está em alta com Dunga. O jogador que sucedeu o contestado Fred como parceiro de ataque de Neymar teve um dia inesquecível na China.

"A ficha vai demorar um pouquinho para cair. Quando sair daqui e começar com a minha família... A felicidade é grande", sorriu Diego Tardelli, que anotou com um chute de primeira e com uma cabeçada após cobrança de escanteio.


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.