Com a vitória, time carioca chega a 51 pontos e sobe na tabela, ao passo que o clube paulista se vê cada vez mais ameaçado

Douglas cabeceia para marcar gol do Vasco
SERGIO BARZAGHI / Gazeta Press
Douglas cabeceia para marcar gol do Vasco

O Vasco não fez uma boa exibição, mas jogou o suficiente para derrotar a Portuguesa por 1 a 0, em partida disputada na noite desta terça-feira, no Canindé. A vitória fez a equipe de São Januário chegar aos 51 pontos ganhos e assumir a segunda posição da Série B. A equipe paulista ocupa a lanterna da competição, com apenas 21 pontos, e está cada vez mais ameaçada pelo rebaixamento. Douglas marcou o único gol do jogo.

O time dirigido por Joel Santana fez um bom primeiro tempo, quando construiu sua vantagem, mas caiu muito de produção na etapa final.A Portuguesa começou mal,melhorou no decorrer da partida,mas apesar de controlar as ações na fase final, não conseguiu criar jogadas para reverter o resultado. Foi o nono jogo sem vitória da equipe paulista.

Na próxima rodada, a Portuguesa vai enfrentar o América-MG, em Belo Horizonte. O Vasco vai receber o Boa Esporte, em São Januário.

O jogo

Com a torcida em maior número do que a equipe da casa, o Vasco começou a partida buscando o ataque, mas sem muita objetividade, já que encontrava muita dificuldade para penetrar na defesa da equipe paulista. Os dois times concentravam muitos jogadores no meio campo, o que tornava a partida muito truncada.

Aos dez minutos, Douglas fez ótimo lançamento para Pedro Ken que penetrou pela esquerda e cruzou para a área, tentando encontrar Kleber,mas a zaga cortou. Douglas apanhou o rebote e chutou forte,mas a bola encobriu o travessão. Aos 14 minutos, novamente Douglas levantou na área, o goleiro Rafael Santos rebateu de soco e Marlon emendou, de primeira, para fora.

A Portuguesa atacava sempre pela direita com o lateral Arnaldo,mas seus cruzamentos eram facilmente bloqueados pela zaga da equipe carioca. Aos 23 minutos, o time dirigido por Joel Santana criou a primeira grande chance. Após boa troca de passes, a bola sobrou para Diego Renan que bateu, de esquerda, mas Rafael Santos defendeu sem problemas.

O time do Canindé não conseguia se aproximar da área cruz-maltina, o que só aconteceu aos 28 minutos,quando Fabrício errou a saída de bola,mas o cruzamento de Jean Mota acabou nas mãos do goleiro Rafael Santos.

A partida seguia muito truncada, com muitos erros de passes e poucos lances de área,mas o Vasco seguia mostrando mais iniciativa,enquanto a Lusa só se defendia.E o time carioca acabou marcando o primeiro gol,aos 37 minutos. Após rápida troca de passes, Marlon cruzou da esquerda e Douglas, inteiramente livre, cabeceou sem qualquer chance de defesa para o goleiro Rafael Santos. Foi o primeiro gol do jogador com a bola rolando, desde que se transferiu para a equipe de São Januário.

O Vasco quase ampliou aos 45 minutos em cabeçada do zagueiro Rodrigo que passou muito perto do gol defendido por Rafael Santos.

A Portuguesa voltou modificada para o segundo tempo e com maior disposição ofensiva. Logo no primeiro minuto, Jean Mota bateu forte, a bola desviou na zaga e quase enganou o goleiro Jordi. O Vasco não conseguia sair do cerco imposto pela equipe dirigida por Vágner Benazzi. Só aos dez minutos é que o time cruz-maltino chegou na área paulista com um chute fraco de Kleber que Rafael Santos defendeu.

A Portuguesa seguia com maior posse de bola,mas não conseguia se aproximar da área vascaína em condições de finalizar. Aos 18 minutos, o goleiro Jordi saiu com precisão para evitar que a bola chegasse aos atacantes da Portuguesa. Um minuto depois, Gabriel Xavier fez grande jogada, se livrando de dois adversários,e chutando cruzado, mas a bola desviou em Rodrigo e saiu. Logo depois, Jordi falhou ao tentar fazer a defesa e quase sofreu o gol do empate, mas a bola saiu.

O Vasco continuava preso em seu campo e nem a entrada do uruguaio Maxi Rodriguez conseguiu resolver o problema de ligação entre meio-campo e ataque, porque Guiñazu, Pedro Ken e Fabrício quase não passavam do meio campo.

Aos 27 minutos, Jânio recebeu um passe equivocado de Marlon, se livrou de Douglas Silva e chutou cruzado,mas a bola saiu fraca e não deu trabalho ao goleiro Rafael Santos. Logo depois, Gabriel Xavier se aproveitou de mais um vacilo do volante Fabrício para arrancar pela intermediária e chutar. Jordi defendeu em dois tempos, com alguma dificuldade.

Aos 38 minutos foi a vez de Guiñazu errar o passe e Léo Costa se aproveitou para chutar forte e exigir outra boa defesa de Jordi. Nos minutos finais, o técnico Joel Santana ainda fez duas substituições para renovar o fôlego da equipe e garantir outra importante vitória.

FICHA TÉCNICA
PORTUGUESA 0 X 1 VASCO

Local: Estádio do Canindé, em São Paulo (SP)
Data: Terça-feira, 06/10/2104
Hora: 21h50min (Brasília)
Público: 3.062 pagantes
Árbitro: Arilson Bispo da Anunciação (BA)
Assistentes:  Fabio Pereira (TO) e Adson Marcio Lopes Leal (BA)
Cartões Amarelos: Mateus Alonso (Portuguesa); Douglas Silva, Guiñazu (Vasco)

Gols
VASCO:
Douglas,aos 37 minutos do primeiro tempo

PORTUGUESA: Rafael Santos, Arnaldo, Mateus Alonso, André Astorga (Luciano Castan) e Jean Mota; Jocinei, Renan, Diogo Orlando, Allan Dias (Léo Costa); Jânio e Aldave (Gabriel Xavier)
Técnico: Vagner Benazzi

VASCO: Jordy, Diego Renan,Rodrigo,Douglas Silva e Marlon; Guiñazu, Fabrício (Dakson), Pedro Ken e Douglas (Jhon Kley); Lucas Crispim (Maxi Rodriguez) e Kleber
Técnico: Joel Santana

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.