Tamanho do texto

Clube culpa responsáveis pelo estádio pela má conservação e falta de segurança no local

As lamentáveis cenas que marcaram o duelo entre Goiás e Figueirense  pelo Campeonato Brasileiro , no último sábado, trouxeram à tona um profundo descontentamento da diretoria esmeraldina com a administração do Serra Dourada. Torcedores dos dois clubes entraram em confronto nas arquibancadas em conflito que engrossou as críticas aos responsáveis pelo estádio.

Confira classificação, tabela de jogos e artilharia do Campeonato Brasileiro

O desentendimento tem aumentado desde o mês passado, quando o vice-presidente Paulo Lopes argumentou que a falta de infraestrutura do Serra Dourada não ajuda a coibir a violência, portanto "não oferece a segurança necessária". A gerente do estádio, Izabella Maia, respondeu que "quem precisa de reformas urgentes, antes do Serra, é essa diretoria do Goiás".

Torcedor do Goiás é levado por policiais todo ensanguentado
Carlos Costa/Futura Press
Torcedor do Goiás é levado por policiais todo ensanguentado

Tomando as dores do companheiro da cúpula diretiva esmeraldina, o diretor de futebol, Marcelo Segurado, também mostrou descontentamento. "Queria dizer à gerente do Serra que respondeu o Paulo (Lopes) daquela vez, que ela deveria andar mais no estádio para ver se tem iluminação do lado de fora. Que ela veja a sujeira das cadeiras e das arquibancadas e pergunte aos torcedores se eles estão satisfeitos", criticou ao Portal730, classificando ainda as declarações de Izabella Maia como "absurdas".

Goiás e Figueirense serão denunciados no STJD por briga de torcida

O atrito entre a diretoria do Verdão e os responsáveis pelo Serra Dourada está dentro do contexto irregular que o clube vive na temporada. Apesar do bom retrospecto em casa - cinco vitórias nos últimos seis jogos -, o Goiás não consegue encher as arquibancadas. Na partida contra o Figueirense, por exemplo, os torcedores brigões foram alguns dos 2,3 mil que acompanharam a vitória esmeraldina por 1 a 0.

Com exceção do duelo com o Flamengo, disputado na Arena Pantanal, nenhum dos outros jogos dos quais o Goiás foi mandante neste Campeonato Brasileiro recebeu mais de 15 mil pagantes. Assim, a torcida alviverde tem a segunda pior média de público do Nacional com 7,3 mil pessoas por partida.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.