Com a vitória, clube mineiro chega aos 38 pontos e segue com chances remotas de chegar à zona de acesso da Série B

O América-MG não fez uma exibição brilhante, mas mostrou muita eficiência para golear o Náutico, por 4 a 1, em jogo realizado nesta terça-feira, na Arena Pernambuco. O Timbu finalizou mais durante a partida, porém, com a pontaria descalibrada, os atacantes da equipe da casa tiveram dificuldades para vazar o goleiro João Ricardo, amargando assim um revés em São Lourenço da Mata.

Marcando bem, o América-MG foi mais objetivo na hora de atacar, e quando resolveu finalizar, as conclusões foram mortais. A noite foi do lateral Gilson, que atuou improvisado no meio-campo e marcou os dois primeiros gols do Coelho. Renan Oliveira e Obina completaram a goleada. Renato Chaves marcou o tento de honra. Com o resultado, os mineiros chegam aos 38 pontos e mantém chances remotas de chegar ao G4. O Náutico estaciona nos 41 pontos, no oitavo lugar.

Na sequência do Campeonato Brasileiro da Série B, o América-MG terá compromisso contra a desesperada Portuguesa, jogo sábado no Independência. Já o Náutico vai voltar atuar diante da torcida na Arena Pernambuco. O Timbu vai receber os potiguares do ABC.

FICHA TÉCNICA
NÁUTICO 1 X 4 AMÉRICA-MG

Local: Arena Pernambuco, em São Lourenço da Mata (PE)
Data: 7 de outubro de 2014, terça-feira
Horário: 19h30 (de Brasília)
Árbitro: Rodrigo Batista Raposa (DF)
Assistentes: Marrubson Melo Freitas (DF) e José Reinado Nascimento júnior (DF)
Cartões amarelos: Vinícius, Raí e Bruno Furlan (Náutico); Andrei Girotto, Raul e João Ricardo (América-MG)

GOLS
NÁUTICO: Renato Chaves, aos 22 minutos do segundo tempo
AMÉRICA-MG: Gilson, aos 21 e aos 29 minutos do primeiro tempo, Renan Oliveira, aos 3 do segundo tempo, e Obina, aos 10 minutos do segundo tempo

NÁUTICO: Júlio César; Rafael Cruz, William Alves, Renato Chaves e Raí; João Ananias, Elicarlos (Helder Ribeiro) e Vinícius; Sassá (Marcos Vinícius); Crislan (Bruno Furlan) e Tadeu
Técnico: Dado Cavalcanti

AMÉRICA-MG: João Ricardo; Pablo, Adalberto (Renato Santos), Vitor Hugo e Raul; Leandro Guerreiro, Andrei Girotto (Thiago Santos), Gilson e Renan Oliveira (Magrão); Willians e Obina
Técnico: Givanildo Oliveira

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.