Treinador retornou ao trabalho depois de sofrer uma arritmia cardíaca e terá que quebrar a cabeça para armar a zaga

Muricy Ramalho no treino do São Paulo
Site Oficial / saopaulofc.net
Muricy Ramalho no treino do São Paulo

O técnico Muricy Ramalho voltou a trabalhar nesta segunda-feira. Recuperado de uma arritmia cardíaca, provocada em parte pelo estresse de sua atividade profissional, ele se mostrou tranquilo ao observar a movimentação de seus comandados no gramado do CT da Barra Funda.

Leia mais: Apesar de vitória, São Paulo é pior do returno entre times do G4

Posicionado no centro do campo, muitas vezes com o pé sobre uma bola, Muricy falou pouco e quase não gesticulou durante o treinamento técnico do São Paulo . Quando havia alguma jogada mais próxima, chegava a bater palmas e a bradar uma ou outra palavra de incentivo aos atletas, sem rispidez.

Confira classificação, tabela de jogos, artilharia e notícias do Campeonato Brasileiro

Apesar de aparentar tranquilidade, Muricy já tem preocupações. Os zagueiros Antônio Carlos, Rafael Toloi e Lucão se recuperam de lesões, o também zagueiro Edson Silva e o lateral esquerdo Reinaldo estão suspenso e o lateral direito Auro tem reclamado de dores. Já Álvaro Pereira juntou-se à seleção uruguaia, enquanto os meio-campistas Souza e Kaká estão com a seleção de Dunga.

Veja também: De volta na segunda, Muricy já terá problemas para escalar São Paulo

"Se o meu médico soubesse disso, pediria para eu ficar mais uma semana em repouso”, brincou Muricy. “A dificuldade é grande, um efeito do calendário, mas fiquei feliz com as convocações (de Souza e Kaká). Isso foi um prêmio para eles".

Para amenizar os problemas, o São Paulo contará com o volante Denilson e o atacante Luis Fabiano, agora livres de suspensão.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.