Tamanho do texto

Apesar de não ter saído da lanterna do Brasileirão, time ganha nova motivação para reagir após vitória no clássico

A vitória no clássico diante do Atlético-PR não foi suficiente para tirar o Coritiba da lanterna do Campeonato Brasileiro, mas deu uma nova motivação. O técnico Marquinhos Santos não poupou elogios à obediência tática de seus jogadores, que mostraram equilíbrio entre ataque e defesa.

"Foi bem no plano tático de jogo, com uma linha ofensiva e sem a bola competentes, compactando com uma linha defensiva. No segundo tempo o time teve uma aplicação muito importante, entendendo o que foi ministrado nos treinamentos. A atitude dos jogadores foi o diferencial", avaliou o treinador.

O comandante, entretanto, não quis se manifestar sobre o protesto dos atletas, que entraram em campo com uma faixa cobrando três meses de salários atrasados, e preferiu apenas pontuar o profissionalismo dos atletas, que se dedicaram mesmo passando por uma situação delicada.

"É uma situação que cabe à diretoria. Os atletas fizeram a manifestação, mas o mais importante é que se dedicaram em campo, estão empenhados para tirar o Coritiba dessa situação", afirmou.

Marquinhos voltou a responder sobre a postura que será adotada pelo Coxa até o final da competição e garantiu que, dentro ou fora de casa, o time vai para o ataque em busca dos pontos para se livrar da degola. "A proposta do Coritiba é jogar de maneira ofensiva, independentemente de onde é contra quem seja. Não tem outra situação senão buscar as vitórias", finalizou.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.