Equipe treinada por Marcelo Bielsa bateu o Caen fora de casa por 2 a 1 e chegou aos 22 pontos na competição

Atacante do Olympique, Thuavin arrisca chute na partida contra o Caen
David Vincent/AP
Atacante do Olympique, Thuavin arrisca chute na partida contra o Caen

Sob o comando de Marcelo Bielsa, o Olympique de Marselha segue como a principal surpresa do futebol francês nesta temporada. Na tarde deste sábado, a equipe conseguiu vencer o Caen fora de casa por 2 a 1 - foi a sétima vitória consecutiva do time no Campeonato Francês, competição na qual é líder isolado, com 22 pontos.

Diante de um adversário nitidamente inferior, o Marselha teve controle do jogo, apesar de atuar fora de casa. No entanto, encontrou dificuldade para furar a marcação do Caen, que se fechou na defesa desde o início do embate.

Veja como está a classificação do Campeonato Francês

Nos primeiros 15 minutos, apenas o Marselha atacou. Foram várias as finalizações bloqueadas pela defesa adversária. Na melhor delas, aos 7 minutos Thauvin obrigou o goleiro Vercoutre a fazer grande intervenção para manter o empate.

A primeira chance do Caen veio apenas aos 21, quando Nangis teve oportunidade para marcar, mas mandou para fora. Foi a única jogada efetiva criada pelo time da casa, que seguiu mantendo o resultado na base da raça.

Loucura de Bielsa é a arma do Olympique contra o dinheiro do PSG na França

O segundo tempo iniciou da mesma forma. Thauvin e Gignac tiveram boas condições para rematar, mas erraram nas finalizações, mandando para fora. A pressão seguiu até os 20 minutos, quando Alessandrini cruzou na área e Romao, de cabeça, abriu o placar para o Olympique.

Quando a vitória parecia encaminhada, o Caen acordou na partida, e, em uma raríssima oportunidade, não desperdiçou e empatou o jogo. Em bola alçada na área, Musavu-King levou a melhor sobre a defesa adversária e fez a alegria dos donos da casa.

Mas o placar ainda não estava decidido. Partindo para o tudo ou nada, o Marselha foi para cima, e, após parar no goleiro no lance anterior, Gignac não desperdiçou uma nova chance e deu a vitória aos visitantes com um chute certeiro aos 47 do segundo tempo.

* Com Gazeta.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.