Apesar de ter balançado as redes, o meia não evitou a vitória por 2 a 1 do Cruzeiro. Ele minimizou a reserva

A grande surpresa na escalação do Internacional no jogo deste sábado foi Valdívia como titular no lugar do experiente Alex. Depois de um mau primeiro tempo do time, o meia deixou o banco de reservas, entrou no lugar de Wellington e marcou um golaço, comandando o início de uma reação que, no entanto, não evitou que os gáuchos perdessem por 2 a 1. Alex se disse surpreso com a reserva, mas mostrou respeito pela decisão do técnico Abel Braga de colocá-lo no banco.

Confira a tabela completa do Campeonato Brasileiro

“Quando você vem jogando de forma subsequente, surpreende um pouco a reserva. Mas o clube é maior do que todo mundo. O professor pensou em alternativas, e em me tirou. A gente conseguiu segurar uns nove ou dez minutos, passamos a tocar a bola, mas aí saiu o gol deles. Foi muito mais mérito deles, não um demérito nosso. A gente até teve chances de empatar”, analisou o articulador colorado.

Em relação à diferença de atuação da primeira para a segunda etapa, o zagueiro Juan entende que o verdadeiro Inter é o que deu um calor no Cruzeiro nos 45 minutos complementares: “o nosso time é esse do segundo tempo, que neutralizou as jogadas do Cruzeiro, que jogou com a bola, procurando o gol. Não conseguimos isso no primeiro tempo. Pelo que jogamos, o empate era merecido, mas o Cruzeiro é uma grande equipe”, entende o beque.

Juan ainda não desistiu da luta pelo título: “tem que continuar acreditando. O Cruzeiro é uma grande equipe, mas pelo que fizemos no segundo tempo temos que acreditar”, apontou o zagueiro. Com a derrota, o Inter viu a distância até o líder aumentar de seis para nove pontos, faltando 12 rodadas para o término do campeonato. O próximo compromisso colorado é quinta, contra a Chapecoense, na Arena Condá.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.