Volante foi punido pelo STJD com um jogo de suspensão por ofensas à arbitragem em jogo diante do Corinthians

Peça-chave entre os titulares de Muricy Ramalho, o volante Souza está liberado para defender o São Paulo diante do Grêmio, neste sábado, em partida válida pela 26ª rodada do Campeonato Brasileiro. O camisa 5 recebeu um efeito suspensivo e já está a caminho de Porto Alegre, para integrar a delegação, que entra em campo às 16h20 (de Brasília), na Arena.

Souza acompanhou todo o julgamento em solo carioca, na sede do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), e aguardou até o horário limite da confirmação (19 horas, de Brasília) para respirar aliviado. A falta do jogador, além do quesito técnico, seria acentuada pela suspensão de Denílson, que recebeu o terceiro cartão amarelo na derrota para o Fluminense, pelo placar de 3 a 1.

Dunga corta Ricardo Goulart e convoca Kaká para amistosos com Argentina e Japão

Entretanto, Souza terá que aguardar um novo julgamento no STJD para saber se cumprirá a punição de uma partida, a qual foi submetido. O episódio que gerou a polêmica ocorreu após a derrota tricolor para o Corinthians (3 a 2), na Arena do Timão. "A gente estava com o placar a nosso favor, só que a gente esqueceu de contratar o árbitro, e eles contrataram e venceram", disparou, após o apito final do árbitro Luiz Flávio de Oliveira.

Assim, é esperado que o São Paulo entre em campo com a seguinte formação, configurada no esquema 4-4-2: Rogério Ceni; Paulo Miranda, Antônio Carlos, Edson Silva e Reinaldo; Hudson, Souza, Paulo Henrique Ganso e Kaká; Alexandre Pato e Alan Kardec.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.