Atacante levou o cartão vermelho no duelo contra Huachipato e sentiu a punição no bolso

O volante Souza não quis avaliar se Luis Fabiano mereceu a multa imposta pela diretoria do São Paulo depois da expulsão na partida contra o Huachipato, pela Copa Sul-americana. Porém, o meio-campista entende que a punição ao atacante faz o time todo ter um pouco mais de cuidado para evitar novos cartões vermelhos.

Luis Fabiano foi expulso e deixou o São Paulo com um jogador a menos ainda no primeiro tempo
Moisés Nascimento/Agif/Gazeta Press
Luis Fabiano foi expulso e deixou o São Paulo com um jogador a menos ainda no primeiro tempo

"Sinceramente, até hoje não consegui ver o lance da expulsão exatamente e não tenho como falar. A diretoria tem a decisão dela e não vou entrar no mérito se tem que ser feito ou não. Creio que daqui para frente vai ser assim (multas por expulsões). Isso ajuda para que todos tenham um pouco mais de cabeça e paciência em decisões no campo", afirmou.

Luis Fabiano foi expulso aos 32 minutos do primeiro tempo da partida de terça-feira, quando acertou o rosto de Arrue no campo de ataque do São Paulo. Mesmo prejudicado com a exclusão de seu centroavante, o Tricolor conquistou a vitória por 1 a 0, no Morumbi.

No dia seguinte ao jogo, a diretoria tricolor anunciou a multa sobre o salário do camisa 9. Souza, porém, entende que o colega de clube às vezes se excede apenas no ímpeto de ajudar o clube.

"O Luis não deve estar chateado por isso (a multa), ele é profissional e quer dar o máximo. Às vezes, passa do limite, e não digo que seja isso neste caso, mas ele briga bastante pelo São Paulo. Tem que aceitar e manter o foco no time", acrescentou.

Antes da expulsão de Luis Fabiano, o Tricolor teve outros problemas recentes de cartões. Álvaro Pereira foi excluído de campo contra o Corinthians, enquanto Michel Bastos foi criticado até por Muricy Ramalho ao receber o vermelho em falta dura no jogo contra o Flamengo. O curinga já havia sido expulso também diante do Figueirense.

Souza deve ficar

O volante Souza comemora nesta semana sua renovação para a Seleção Brasileira e está perto também de festejar a contratação definitiva pelo São Paulo. Emprestado pelo Grêmio, o jogador já tem conversas adiantadas para ter seus direitos adquiridos pelo Tricolor paulista.

Souza, volante do São Paulo
Site oficial
Souza, volante do São Paulo

O gerente de futebol são-paulino, Gustavo Vieira de Oliveira, não teme que a convocação - e consequente valorização -cause alguma mudança nas conversas de renovação.

"Não tem (medo de reviravolta). Estamos bem seguros, porque temos tudo bem alinhavado e muito bem encaminhado. Mas eu não queria dar destaque a isso agora, porque é um momento de conquista pessoal dele e estamos felizes por ele, por conseguir um objetivo tão grande", declarou o dirigente, em contato por telefone.

Souza chegou por empréstimo ao São Paulo no começo do ano, em negociação que manteve no Grêmio o zagueiro Rhodolfo, que estava cedido aos gaúchos desde 2013. Como o clube de Porto Alegre encaminhou recentemente a compra do defensor, o acordo para a permanência do volante no Morumbi ficou mais fácil.

"Eu me sinto jogador do São Paulo desde que cheguei. As coisas foram melhorando e o acordo está avançando, faltam hoje pequenos detalhes. O Grêmio está feliz com o Rhodolfo, e creio que o São Paulo também esteja comigo", afirmou o meio-campista.

Gustavo Vieira de Oliveira concorda que a negociação está "por detalhes" de ser concluída, mas não revela quais são os pontos que ainda precisam ser acertados e nem mesmo o tempo do novo contrato.

Souza é titular absoluto do Tricolor e é o único jogador do atual elenco convocado por Dunga para defender a Seleção Brasileira no Superclássico das Américas contra a Argentina e no amistoso contra o Japão, nos dias dia 11 e 14 de outubro, respectivamente. O jogador foi chamado para substituir Ramires, lesionado.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.