Punição do STJD impede a utilização do meia chileno no duelo desta quinta-feira diante da Chapecoense, no Pacaembu

Valdivia, meia do Palmeiras
Cesar Greco/Ag Palmeiras/Divulgação
Valdivia, meia do Palmeiras

O meia Valdivia deverá desfalcar o Palmeiras nesta quinta-feira contra a Chapecoense, em partida do Campeonato Brasileiro disputada no Pacaembu. Nesta quarta-feira, o STJD (Superior Tribunal de Justiça Desportiva) negou ao Palmeiras o efeito suspensivo solicitado logo após o chileno ter sido castigado com dois jogos de suspensão pelo pisão em Amaral, do Flamengo, na semana passada. Apesar disso, a equipe paulista crê na possibilidade de ter o atleta em campo.

O relator responsável pela negativa ao Palmeiras foi Miguel Ângelo Cançado, alegando que o caso teve grande repercussão e avaliou o tamanho da punição imposta em primeira instância. A decisão também foi recorrida pela procuradoria do STJD, então, o caso deverá ser julgado novamente em segunda instância.

Com isso, o departamento jurídico do Palmeiras irá mandar representantes ao Rio de Janeiro para tentar liberar Valdivia para o jogo desta quinta-feira. O clube levará um mandado de garantia, que será apresentado diretamente a Caio César Rocha, presidente do STJD.

A pena de Valdivia poderia ter sido de quatro a 12 partidas, mas o artigo em que o chileno foi denunciado acabou sendo desqualificado e a punição foi de apenas dois jogos, sendo que um já foi cumprido.

*Com Gazeta

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.