Com vitória, time paulista está agora a sete pontos da zona de classificação para a Libertadores

O Santos fez o que se esperava dele. Voltou a reagir após um tropeço fora de casa e, no Pacaembu, bateu o Goiás por 2 a 0 na noite deste domingo - com gols de David Braz e Geuvânio -, em complemento da 25ª rodada do Campeonato Brasileiro .

Confira classificação, tabela de jogos e artilharia do Campeonato Brasileiro

Preocupado com o desgaste físico de alguns jogadores às vésperas de uma partida importante pela Copa do Brasil, o técnico Enderson Moreira optou por mexer na equipe. Aranha, Cicinho, Robinho e Leandro Damião foram poupados. Vladimir, Victor Ferraz, Geuvânio e Gabriel receberam a chance de iniciar a partida.

Confira na galeria as imagens da 25ª rodada do Campeonato Brasileiro:

Damião ainda entrou no segundo tempo no lugar de Gabriel, apagado na noite deste domingo, mas quem aproveitou mesmo a oportunidade foi Geuvânio. O jovem atacante criou as melhores jogadas do Santos no primeiro tempo, que acabou com a vitória parcial do Peixe por 1 a 0 graças a gol de cabeça de David Bráz, após cobrança de escanteio de Lucas Lima.

Na segunda etapa, o alvinegro praiano confirmou seus três pontos após bela jogada de Geuvânio com Patito Rodriguez. A bola acabou sobrando para Geuvânio dentro da área e o garoto não desperdiçou.

Pelo lado do Goiás, que pouco criou e foi dominado durante todo o confronto, ficou a reclamação por causa de um gol não confirmado pela arbitragem. Na jogada, Esquerdinha acertou belo chute de fora da área. Vladimir ainda tocou na bola, que acertou o travessão e quicou dentro da meta antes de voltar ao campo para conclusão de David para as redes. Entretanto, Heber Roberto Lopes apenas confirmou o impedimento de David, anulando assim o gol, enquanto nenhum de seus auxiliares conseguiu perceber que a bola já havia entrado no chute de Esquerdinha.

Agora o Peixe se prepara para iniciar o duelo com o Botafogo pelas quartas de final a Copa do Brasil. Na quarta-feira, as 19h30, os times fazem o primeiro confronto no Maracanã. Pelo Brasileirão, no próximo sábado, o time de Enderson Moreira enfrenta o Flamengo, também no Rio, as 16h20. Já o Esmeraldino recebe o Figueirense no Serra Dourada, as 18h30, também no sábado.

O jogo

Já de olho na partida contra o Botafogo, pelas quartas de final da Copa do Brasil, o técnico Enderson Moreira levou uma equipe modificada para o duelo contra o Goiás, neste domingo.

“Não tem essa questão de priorizar, na verdade nós tivemos alguns problemas após o jogo de quinta, um jogo de muito desgaste, em saímos atrás, então, a gente colocou aqueles atletas que estão 100% na condição física”, explicou o treinador santista antes da partida começar, ao explicar as entradas de Aranha, Gabriel, Geuvâvio e Victor Ferraz na equipe. Aranha, Leandro Damião, Robinho e Cicinho ganharam um descanso.

As mudanças, no entanto, não alteraram o jeito do Peixe jogar. Com Thiago Ribeiro aberto na esquerdo e Geuvânio na direita, Gabriel ficou como referência do ataque, que era abastecido por Lucas Lima.

O Goiás iniciou o jogo no Pacaembu equilibrando as ações e abusando das jogadas em cima do jovem Caju. Porém, logo o Santos passou a ditar o ritmo e envolver o adversário com o apoio da torcida.

A primeira grande chance veio com Gabriel, que após receber passe de Geuvânio, bateu cruzado e viu Renan fazer grande defesa. Na sequência, Lucas Lima cobrou escanteio na cabeça de David Bráz. O zagueiro não perdoou e abriu o placar de cabeça.

"A homenagem foi para o meu filho e para minha esposa. Resolvi fazer a comemoração como se estivesse fazendo o parto, porque eu vi o parto, na última quinta-feira", disse o jogador do Peixe, agora pai, ao comentar sua comemoração e felicidade ao deixar sua marca.

E as jogadas pelo lado direito do ataque santista, com Geuvânio, eram as que levavam mais perigo ao gol do Esmeraldino, que pouco chegava próximo à meta de Vladimir. Aos 17 minutos, Geuvânio sofreu falta na entrada da área, mas Lucas Lima bate no meio do gol. Cinco minutos depois, Gabriel arriscou de fora da área e viu a bola sair pela linha de fundo. Sem sofrer um único chute a gol, o Santos terminou o primeiro tempo em vantagem e soberano no confronto válido pela 25ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Na segunda etapa, as coisas não mudaram de panorama. O Santos seguia com o comando das ações e por pouco não ampliou aos 9 minutos, em bola cruzada na área que sobrou nos pés de Thiago Ribeiro. O camisa 11 do alvinegro, entretanto, isolou ao pegar de primeira. Perdendo o jogo, o Goiás tentou sair mais para o jogo, mas não conseguia criar jogadas e chegava apenas em bolas paradas. Mas aos 17, o Peixe praticamente definiu sua vitória com Geuvânio. Após tabela com Patito, a bola sobrou para o garoto cria da base alvinegra, que bateu no canto, sem chances para Renan. 2 a 0 Santos.

Em seguida, a grande polêmica do jogo. Esquerdinha arriscou de fora da área no que seria o único chute ao gol de Vladimir até então. O goleiro do Peixe ainda tocou na bola, que explodiu no travessão e pingou dentro do gol, antes de voltar ao campo de jogo. David, no Esmeraldino, chegou para o rebate e completou para as redes, porém, o auxiliar anotou acertadamente o impedimento do jogador do Goiás e anulou o gol. O grande problema é que a bola já havia entrado no chute de Esquerdinha e tanto o auxiliar de trás do gol quanto o bandeira não confirmaram a bola dentro ao serem questionados pelo árbitro da partida, Heber Roberto Lopes.

Os jogadores do Goiás reclamaram muito com a arbitragem, mas não teve jeito e a partida seguiu normalmente com o placar de 2 a 0 para o Santos.

Após isso, o técnico Ricardo Drubscky ainda tentou mudar alguma coisa com três substituições, mas o Santos conseguiu administrar bem o jogo e confirmar os três pontos.

FICHA TÉCNICA - SANTOS 2 X 0 GOIÁS

Local: Estádio do Pacaembu, em São Paulo (SP)
Data: 28 de setembro de 2014, domingo
Horário: 18h30 (horário de Brasília)
Árbitro: Heber Roberto Lopes (SC-FIFA)
Assistentes: Bruno Boschilia (PR-FIFA) e Neuza Ines Back (SC-FIFA)
Cartões amarelos: Lucas Lima (Santos); Jackson e Esquerdinha.

GOLS:
SANTOS:
David Bráz, aos 13 minutos do primeiro tempo. Geuvânio, aos 17 do segundo tempo.

SANTOS: Vladmir, Victor Ferraz, Neto, David Braz e Caju; Alison, Arouca e Lucas Lima; Thiago Ribeiro (Patito Rodríguez), Geuvânio (Alan Santos) e Gabriel (Leandro Damião)
Técnico: Enderson Moreira

GOIÁS: Renan, Moisés (Ramon), Jackson, Felipe Macedo e Lima; Amaral, David (Murilo), Thiago Mendes e Esquerdinha; Samuel (Bruno Mineiro) e Erik.
Técnico: Ricardo Drubscky

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.