Entidade que controla o futebol nacional exibirá 26 vídeos para tentar esclarecer a polêmica, que a própria entidade ajudou a se formar, destoando até da Fifa

Luiz Flávio de Oliveira: pênalti polêmico no clássico entre Corinthians e São Paulo
Djalma Vassão/Gazeta Press
Luiz Flávio de Oliveira: pênalti polêmico no clássico entre Corinthians e São Paulo

Depois de muita polêmica com pênaltis marcados em toques de mão na bola neste Campeonato Brasileiro, a CBF (Confederação Brasileira de Futebol) tentará acabar com as dúvidas sobre o assunto. Neste domingo, a entidade emitiu comunicado em que convoca os capitães dos 20 clubes da Série A para uma reunião técnica, que será realizada na quinta-feira, às 15h (de Brasília).

Representantes da imprensa também foram chamados para a conferência, no auditório da sede da CBF, no Rio de Janeiro. De acordo com a entidade, os árbitros sorteados para a 26ª rodada e os instrutores de arbitragem vão "debater e analisar de maneira didática as regras do futebol, em especial as orientações da Fifa referentes à mão na bola".

No debate do assunto, a CBF ainda exibirá 26 vídeos para tentar esclarecer a polêmica, que a própria entidade ajudou a se formar, destoando até da Fifa. Um dos pênaltis confusos foi marcado contra o São Paulo no clássico diante do Corinthians, quando a bola bateu no braço de Antônio Carlos.

A CBF optou por fazer o encontro com os capitães na quinta-feira porque só haverá uma partida neste dia, entre Palmeiras e Chapecoense. Os outros nove jogos da rodada serão disputados no sábado, em função das eleições de domingo.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.