Tamanho do texto

Time baiano conseguiu deixar a zona de rebaixamento na última rodada e agora deseja trilhar o mesmo caminho dos cariocas para "sair da confusão", expressão de Luxemburgo

Flamengo visita o Bahia neste domingo na Fonte Nova
Gazeta Press
Flamengo visita o Bahia neste domingo na Fonte Nova

O Flamengo visita o Bahia neste domingo, às 16h (de Brasília), na Arena Fonte Nova, em confronto válido pela 25ª rodada do Campeonato Brasileiro , e pode servir de exemplo para o adversário. O Tricolor de Aço conseguiu deixar a zona de rebaixamento na última rodada e agora deseja trilhar o mesmo caminho dos cariocas para "sair da confusão", expressão adotada por Vanderlei Luxemburgo.

O Rubro-Negro vem de empate por 2 a 2 com o São Paulo, fora de casa, e aparece com 31 pontos, ainda tendo como principal meta afastar-se ainda mais da zona de rebaixamento. O time baiano, por sua vez, está flertando perigosamente com a área de queda, com cinco pontos a menos, mas ganhou novo fôlego com o triunfo por 1 a 0 sobre o Sport no meio de semana.

Vanderlei Luxemburgo, técnico do Flamengo, conversou com seus jogadores sobre a importância de ter uma boa estratégia na luta pela vitória. O comandante acredita que valorizar a posse de bola vai ser fundamental para o Rubro-Negro conseguir deixar Salvador com três pontos na bagagem.

"O Bahia precisa do resultado e vai tentar impor um ritmo muito forte desde o começo da partida. Portanto, precisamos ser inteligentes para encontrarmos a melhor maneira de ganharmos. Não podemos deixar que eles consigam impor o seu estilo. Temos que ter inteligência, valorizar a posse de bola e construir o triunfo", projetou o comandante.Os jogadores flamenguistas admitem ainda que o poder de concentração do time será fundamental para evitar os erros cometidos contra o São Paulo, quando os cariocas sofreram o gol de empate aos 45 minutos do segundo tempo.

"Infelizmente, deixamos a vitória escapar no fim do jogo e isso foi muito ruim para todos nós. O Flamengo precisava muito daqueles dois pontos que ficaram, pois hoje estaríamos bem melhor na tabela. O importante agora é vencer o Bahia para conseguirmos uma boa margem de pontuação fora de casa", destacou o zagueiro Wallace.

Para este compromisso o Flamengo não poderá contar com o volante paraguaio Víctor Cáceres e nem com o atacante Alecsandro, que terão que cumprir suspensão por terem sido advertidos com o terceiro cartão amarelo diante do São Paulo. Assim, Luiz Antonio ganha nova oportunidade no meio-de campo. Já no ataque, Eduardo da Silva, livre de dores na coxa esquerda, volta ao time. Após receber uma pancada no tornozelo direito, o meia Everton é dúvida e será reavaliado. Se for vetado, o argentino Lucas Mugni deve atuar no seu lugar.

Pelo lado do Bahia, o técnico Gilson Kleina deseja ver evolução do time, pois espera problemas mesmo jogando ao lado de seu torcedor. "O Flamengo tem um time perigoso, que sabe se fechar bem no meio e se abrir na hora de ir para o ataque, jogando pelas pontas. É um jogo problemático, pois vamos precisar buscar o resultado, tomando a iniciativa, porém, ao mesmo tempo teremos que correr riscos", analisou.

Em termos de escalação, Kleina não poderá contar com os atacantes Rafinha, que pertence ao Flamengo e não pode atuar por questões contratuais, e Kieza, suspenso por acúmulo de cartões amarelos. Assim, Emanuel Biancucchi e Maxi Biancucchi ganham uma chance entre os titulares.

No primeiro turno do Campeonato Brasileiro as duas equipes se enfrentaram no Rio de Janeiro e empataram por 1 a 1. Paulinho abriu o placar para os cariocas, mas Talisca garantiu a igualdade.

FICHA TÉCNICA -  BAHIA X FLAMENGO

Local: Arena Fonte Nova, em Salvador (BA)
Data: 28 de setembro de 2014 (Domingo)
Horário: 16h(de Brasília)
Árbitro: Leandro Pedro Vuaden (Fifa-RS)
Assistentes: José Javel Silveira (RS) e José Eduardo Calza (RS)

BAHIA: Marcelo Lomba, Railan, Demerson, Lucas Fonseca e Guilherme Santos; Uelliton, Rafael Miranda, Diego Macedo e Emanuel Biancucchi; Marcos Aurélio e Maxi Biancucchi
Técnico: Gilson Kleina

FLAMENGO: Paulo Victor, Leonardo Moura, Samir, Wallace e João Paulo; Márcio Araújo, Héctor Canteros, Luiz Antonio, Gabriel e Everton (Lucas Mugni); Eduardo da Silva
Técnico: Vanderlei Luxemburgo

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.