Gols do jogo foram anotados pelo atacante Diego Tardelli, que desequilibrou a partida desde o primeiro minuto e por Guilherme já nos acréscimos

Atlético-MG e Vitória estão em situações opostas na tabela do Campeonato Brasileiro , enquanto o Galo disputa posição no G4, os baianos lutam para escapar da degola. O cenário parecia ideal para os atleticanos somarem mais três pontos com facilidade, mas o duelo deste domingo, no Independência, foi complicado para os alvinegros, que venceram por 2 a 0, chegando ao quarto triunfo seguido.

Confira na galeria as imagens da 25ª rodada do Campeonato Brasileiro:

Os gols do jogo foram anotados pelo atacante Diego Tardelli, que desequilibrou a partida desde o primeiro minuto e por Guilherme já nos acréscimos. A série de vitórias levou o Galo aos 43 pontos, chegando ao quarto lugar na tabela com a mesma pontuação do São Paulo, que ocupa a terceira posição apenas pelo saldo de gols. Já o Vitória fica estacionado nos 25 pontos na zona de rebaixamento.

Na sequência do Campeonato Brasileiro, o Atlético-MG terá compromisso contra o Criciúma, jogo no próximo sábado, no estádio Heriberto Hulse, mas antes o Galo joga pela Copa do Brasil, enfrentando o Corinthians. Já o Vitória vai medir forçar contra o Botafogo, atuando diante da torcida no Barradão.

O jogo

Jogando em casa, o Atlético-MG tomou a iniciativa da partida, mantendo a posse de bola no campo ofensivo, mas com dificuldades para finalizar já que o Vitória se fechou bem com duas linhas de quatro marcadores. Sem a bola, o Galo pressionou a saída dos baianos forçando o erro ou obrigando os zagueiros optar pela ligação direta.

Após dez minutos de domínio dos donos da casa, a equipe baiana resolveu buscar o campo de ataque, deixando a partida mais aberta, com os dois times conseguindo levar perigo. Aos 12, Tardelli fez jogada individual e arriscou de fora da área, quase abrindo o placar no Horto. Com mais espaços no campo, os mineiros passaram a chegar bastante pelas laterais. Tardelli, Carlos e André alternaram posições em vários momentos.

Aos 22, o Galo encaixou ótima trama ofensiva entre Tardelli e Douglas Santos, que deu passe açucarado para Guilherme, que bateu colocado e errou o alvo por pouco, levantando a torcida atleticana nas cadeiras do Horto. A jogada serviu para acordar o público, que passou a apoiar ainda o Atlético-MG, que intensificou a pressão.

O Vitória também teve bons momentos no jogo como aos 26, quando Vinicius ganhou da zaga atleticana na velocidade e bateu cruzado para defesa de Victor. O Galo respondeu em cobrança de falta de Tardelli, que tinha endereço certo, mas o atacante André interceptou a bola evitando o gol atleticano.

Com o passar do tempo ficou claro que o Galo iria forçar cada vez mais as jogadas pela esquerda, aproveitando o entendimento entre Tardelli, destaque do jogo, e o jovem lateral Douglas Santos, em tarde inspirada. A etapa inicial terminou sem gols, mas com os mineiros sufocando a equipe baiana, que se segurou para garantir a igualdade nos primeiros 45 minutos.

Os donos da casa voltaram animados para o segundo tempo, e logo no comecinho, André roubou uma bola no meio-campo e lançou o jovem Carlos, que se atrapalhou na frente do gol e desperdiçou uma boa chance no Independência. Aos oitos minutos, lance quase idêntico, só que com Tardelli lançando Guilherme, que também se atrapalhou.

Em uma verdadeira blitz ofensiva, o Galo voltou a chegar com Tardelli em chute da entrada da área, que obrigou Gatito Fernandez a se esticar todo para evitar a abertura do placar. A beira do campo, o técnico Levir Culpi passou a cobrar mais capricho nas finalizações já que as chances apareceram em abundância.

Com vários jogadores buscando o ataque, o Atlético-MG acabou dando espaços para os contra-ataques do Vitória, que exigiram trabalho do goleiro Victor. Aos 26, Guilherme fez jogada individual com um drible desconcertante em cima de Nino Paraíba, mas a zaga baiana salvou quase em cima da linha. Aos 40, a pressão do Galo surtiu efeito com Tardelli, que tabelou com Josué para enlouquecer a torcida no Horto. Aos 48 ainda teve tempo para Guilherme aumentar a vantagem e recolocar o Atlético-MG no G4.

FICHA TÉCNICA - ATLÉTICO-MG 2 X 0 VITÓRIA

Local : Estádio Independência, em Belo Horizonte (MG)
Data: 28 de setembro de 2014, domingo
Horário: 16h (de Brasília)
Árbitro: Marcelo Aparecido R de Souza (SP)
Assistentes: Marcelo Carvalho Van Gasse (SP) e Rogério Pablos Zanardo (SP)
Cartões amarelos : (Atlético-MG) Guilherme, Tardelli (Vitória) Kadu, Juan
Gols: Diego Tardelli, aos 40 e Guilherme aos 48 minutos do segundo tempo

ATLÉTICO-MG: Victor; Marcos Rocha, Leonardo Silva, Jemerson e Douglas Santos; Leandro Donizete, Josué, Guilherme e André (Dodô); Tardelli e Carlos (Eduardo)
Técnico: Levir Culpi

VITÓRIA: Roberto Fernández; Nino, Roger Carvalho, Kadu (Edno) e Juan; Luiz Gustavo, Cáceres, Escudero (Adriano) e Marcinho; Dinei e Vinícius
Técnico: Ney Franco

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.