Depois de entrar na zona de classificação à Libertadores na última rodada, time mineiro tenta consolidar posição contra rival baiano que luta contra o rebaixamento

Embalado pela sequência de três vitórias seguidas e pela entrada no G4 do Campeonato Brasileiro , o Atlético-MG recebe o Vitória , neste domingo, às 16h, no Independência. O objetivo dos mineiros e usar o fator casa para somar mais três pontos na briga por um lugar na Libertadores do ano que vem e se aproximar um pouco mais do rival Cruzeiro, que lidera a competição com folga.

Confira classificação, tabela de jogos e artilharia do Campeonato Brasileiro

O Atlético-MG ocupa a quarta posição com 40 pontos, e pretende não sair mais da parte de cima da tabela. Para manter-se entre os primeiros colocados, o técnico Levir Culpi conta com o apoio da torcida, que tem apoiado o time nos últimos jogos, e que segundo o treinador terá papel importante contra os baianos.

"Os jogadores estão felizes, porque através do esforço deles nós conseguimos chegar ao G4. Uma situação muito difícil considerando as situações que passamos. A melhor maneira de ficar no G4 é a torcida do Atlético-MG encher o estádio no próximo jogo. Nós vamos correr, os jogadores estão dando tudo. Quero contar com todo mundo aqui neste domingo", declarou.

Apesar de estar conseguindo vencer os jogos, o Galo segue sofrendo com os jogadores lesionados. O argentino Dátolo, que vinha se tornando uma espécie de referencia no meio-campo da equipe, deixou o jogo contra o Santos com entorse no pé direito, e não possui 100% das condições físicas para atuar. O lateral Emerson Conceição e o avante Jô, que entraram para o DM recentemente, continuam como baixas.

Se o Galo vive ótimo momento no Brasileiro, o mesmo não se pode dizer do Vitória, que ao contrário dos mineiros briga na parte de baixo da tabela. O time comandado por Ney Franco figura na zona de rebaixamento e vem de derrota em confronto direto contra o Palmeiras, o que aumenta a responsabilidade por bom resultado no Horto.

Para piorar a vida dos baianos, Ney Franco não poderá contar com o lateral-esquerdo Richarlyson, que recebeu o terceiro cartão amarelo e não terá a oportunidade de atuar contra o ex-clube. O jogador, porém, poderá passar informações do Atlético-MG para o comandante do Leão já que o lateral defendia as cores do Galo até antes do início do Brasileiro.

Para compensar a baixa, o time baiano contará com a volta de dois jogadores titulares no último clássico. O volante Luiz Gustavo, que estava suspenso pelo terceiro cartão, e o atacante Vinícius, que pertence ao Palmeiras e não jogou na rodada passada por questões contratuais, ficam à disposição do técnico Ney Franco.

FICHA TÉCNICA  -  ATLÉTICO-MG X VITÓRIA

Local : Estádio Independência, em Belo Horizonte (MG)
Data : 28 de setembro de 2014, domingo
Horário : 16h (de Brasília)
Árbitro : Marcelo Aparecido R de Souza (SP)
Assistentes : Marcelo Carvalho Van Gasse (SP) e Rogério Pablos Zanardo (SP)


ATLÉTICO-MG : Victor; Marcos Rocha, Leonardo Silva, Jemerson e Douglas Santos; Leandro Donizete, Josué, Guilherme e André; Tardelli e Carlos
Técnico : Levir Culpi

VITÓRIA : Roberto Fernández; Nino, Roger Carvalho, Kadu e Juan; Adriano, Cáceres, Mansur e Marcinho; Dinei e William Henrique
Técnico : Ney Franco

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.