Com vitória por 3 a 1 sobre o Ceará no Moisés Lucarelli, time de Campinas chegou ao primeiro lugar da tabela, deixando Joinville e Vasco para trás na luta pelo título

A Ponte Preta venceu o Ceará , por 3 a 1, no Moisés Lucarelli, neste Sábado. Com o resultado (sua quinta vitória seguida), a equipe assume a liderança da Série B com 49 pontos – mesma pontuação do vice-líder Avaí, superado apenas pelo saldo de gols. Já o Ceará estacionou na quinta posição com 43 pontos – quatro a menos do que o G4.

Confira classificação, tabela de jogos e artilharia da Série B do Campeonato Brasileiro

Na sequência, a Ponte recebe o Paraná Clube na terça-feira, às 20h30, novamente no Moisés Lucarelli. Já o Ceará volta a atuar como visitante também na terça, dessa vez contra o Vila Nova, às 19h30.

O jogo

Logo aos três minutos de jogo, o atacante Alessandro, da Ponte, caiu na área e o árbitro mandou o jogo seguir, provocando reclamações da torcida presente em Campinas.

Três minutos depois, o Ceará quase abriu o placar com Vicente, que recebeu aberto e livre pela esquerda e chutou forte no canto esquerdo do goleiro Roberto. O arqueiro espalmou e colocou para escanteio. Na cobrança, Roberto voltou a salvar a Ponte em um lance que resultaria em um gol olímpico de Ricardinho.

Aos oito, a Macaca avançou em contra-ataque com Thomás, que cortou a marcação e chutou fraco à esquerda de Luis Carlos. O arqueiro voltou a salvar o Ceará cinco minutos depois, quando a bola sobrou limpa nos pés de Cafu, que chutou forte de dentro de área e viu o goleiro fazer bela defesa.

A resposta do time cearense veio aos 15, quando Magno Alves tocou para Marcos, que invadiu a área pelo lado direito e chutou rasteiro. A bola passou raspando a trave e levando perigo ao gol de Roberto. Na sequência, o lateral Marcos, do Ceará, recebeu amarelo por uma entrada em Alexandro.

Quando o relógio marcava 20 minutos, a Ponte abriu o placar com Adrianinho, que carregou pelo meio e chutou forte no ângulo esquerdo, sem chances para Luis Carlos. Aos 27, a vantagem foi ampliada graças a um gol contra de Wellington Carvalho, do Ceará. Após cruzamento na área, o zagueiro do Vovô tentou cortar com um carrinho, mas acabou tocando a bola para o gol.

No banco de reservas, o meia Lulinha, do Ceará, recebeu amarelo por uma reclamação acintosa. Com o placar em 2 a 0 já no primeiro tempo, o técnico Sérgio Soares decidiu mudar a estratégia do Vozão, trocando Amaral por Nikão e deixando o time com apenas um volante e três meias mais avançados.

Na volta para a segunda etapa, mais uma chance para a Ponte. Cafu partiu com a bola em direção ao gol do Ceará, mas foi derrubado por Sandro na entrada da meia-lua. O árbitro Péricles Bassols marcou a falta e advertiu o zagueiro com um cartão amarelo.

Na cobrança, o lateral João Paulo chutou com força no meio do gol, ampliando o placar sem qualquer chance de defesa do goleiro Luis Carlos. Esse foi o primeiro gol do lateral no seu retorno à Macaca – a primeira passagem foi em 2011. Mesmo com a grande vantagem no placar, a Ponte seguiu pressionando em busca de mais.

No entanto, aos 47, quem foi às redes foi o Ceará. O zagueiro Sandro aproveitou bom cruzamento na área e descontou o placar de cabeça. No minuto seguinte, o árbitro encerrou o jogo e qualquer tentativa de reação cearense.

FICHA TÉCNICA - PONTE PRETA 3 X 1 CEARÁ

Local: Estádio Moisés Lucarelli, em Campinas (SP)
Data: 27 de setembro de 2014 (sábado)
Horário: 16h10 (de Brasília)
Árbitro: Péricles Bassols Cortez (RJ)
Assistentes: Luiz Claudio Regazone e Gilberto Stina Pereira (ambos do RJ)
Público: 10.412 pagantes
Renda: R$ 98.538,00
Cartões Amarelos: Marcos, Lulinha, Sandro, NIkão, Eduardo, Ricardinho (Ceará)
Gols:
PONTE PRETA: Adrianinho, aos 20 minutos do primeiro tempo; Wellington Carvalho (contra), aos 27; e João Paulo, aos 28 minutos do segundo tempo

CEARÁ: Sandro, aos 47 minutos do segundo tempo

PONTE PRETA: Roberto; Rodnei, Gilvan (Raphael Silva), Tiago Alves e João Paulo; Fernando Bob, Juninho, Adrianinho (Adilson Goiano) e Thomás (Anderson Bartola); Jonathan Cafu e Alexandro
Técnico: Guto Ferreira

CEARÁ: Luís Carlos; Marcos (Alex Lima), Wellington Carvalho, Sandro e Vicente; João Marcos (Marcos Vinícius), Amaral (Nikão), Ricardinho e Eduardo; Bill e Magno Alves
Técnico: Sérgio Soares

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.