Catarinenses dividem a liderança da Série B com time de Campinas, enquanto mineiros perdem chance de diminuir distância para o G4

O Avaí alcançou o seu 12º jogo consecutivo de invencibilidade na Série B do Campeonato Brasileiro . Atuando na Ressacada, na tarde deste sábado, a equipe catarinense passou por cima do bom momento do Boa Esporte com uma vitória por 2 a 0.

Confira classificação, tabela de jogos e artilharia da Série B do Campeonato Brasileiro

O resultado positivo deixou o Avaí ao lado da Ponte Preta (que fez 3 a 1 sobre o Ceará) na ponta da tabela de classificação da segunda divisão, cada um 49 pontos ganhos. Já o Boa, que não perdia há sete partidas, soma 41 e ficou mais distante da zona de acesso.

O gol que abriu o caminho para acabar com a série positiva da equipe de Varginha foi marcado através de uma cobrança de pênalti. Aos 18 minutos do primeiro tempo, Piauí derrubou Anderson Lopes dentro da área, e o árbitro apontou a marca da cal. O veterano Marquinhos bateu no meio da meta e conferiu.

Na segunda etapa, apesar da pressão do Boa, o Avaí conseguiu ampliar. Aos 44 minutos, o goleiro João Carlos saiu muito mal do gol em um cruzamento da direita, e a bola sobrou para Julio Cesar chutar. Josa salvou em cima da linha, porém um toque na cabeça do arqueiro decretou o 2 a 0 no placar.

Avaí e Boa Esporte terão tempo para voltar a campo pela próxima rodada da Série B. O time de Geninho só buscará a liderança diante do Náutico no sábado da semana que vem, outra vez na Ressacada. Um dia antes, a equipe de Nedo Xavier tentará se reabilitar contra outro clube pernambucano, o Santa Cruz, na Arena Pernambuco.

FICHA TÉCNICA - AVAÍ 2 X 0 BOA ESPORTE

Local: Estádio da Ressacada, em Florianópolis (SC)
Data: 27 de setembro de 2014, sábado
Horário: 16h10 (Brasília)
Árbitro: Guilherme Ceretta de Lima (SP)
Assistentes: Cristhian Passos Sorence e Leone Carvalho Rocha (Ambos do GO)
Cartões amarelos: Eduardo Neto (Avaí); Lula, Piauí e Josa (Boa Esporte)
Gols:
AVAÍ: Marquinhos, aos 19 minutos do primeiro tempo, e João Carlos (contra), aos 44 do segundo tempo

AVAÍ: Vagner; Bocão (Julio César), Antonio Carlos, Pablo e Marrone (Eltinho); João Filipe, Eduardo Neto, Diego Felipe e Marquinhos; Anderson Lopes e Roberto
Técnico: Geninho

BOA ESPORTE: João Carlos; Tinga, Thiago Carvalho, Lula e Piauí (Francis); Josa, Wellington, Tomas e Clébson (Morato); Diego e Malaquias (Pedro Augusto)
Técnico: Nedo Xavier

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.