"Os jogadores mostraram grande ambição porque tínhamos planejado um dia de folga para o dia seguinte ao jogo"

O técnico do Southampton, Ronald Koeman, recebeu um pedido inusitado de seus comandados. Após vencer o Arsenal por 2 a 1 na terça-feira e avançar para as oitavas de final da Taça da Liga Inglesa, o elenco teria um dia de folga na quarta. Mas José Fonte, capitão do time, ligou para o treinador na noite anterior e avisou que os atletas queriam abdicar do dia livre para treinar. A decisão surpreendeu Koerman.

"Os jogadores mostraram grande ambição porque tínhamos planejado um dia de folga para o dia seguinte ao jogo e o José Fonte me disse: ‘Chefe, gostaríamos de ter um treino amanhã ’. Eu disse: ‘Mas vocês têm o dia de folga e combinei várias coisas com a minha mulher!’. Mas o certo é que alteramos o que estava previsto e fizemos um treino de recuperação", contou o holandês. Apesar de ter que refazer os planos, Koeman ficou orgulhoso de sua equipe e elogiou a atitude.

"Nunca me tinha acontecido isso, nunca uma equipe me pediu para não folgar e isso significa muito para mim, diz muito da ambição dos jogadores", exaltou.

Os Saints estão em um momento excelentes. A vitória sobre o Arsenal foi a quinta consecutiva e o time figura na vice-liderança do Campeonato Inglês, com dez pontos, três a menos que o Chelsea. O próximo compromisso será diante do Queens Park Rangers, neste sábado, às 11h (de Brasília), no Mary’s Stadium.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.