Capitão do Vitória recorreu às câmeras de TV para criticar o árbitro Wilton Pereira Sampaio por causa de cartão amarelo

Renato disputa a bola pelo alto com Richarlyson no duelo entre Palmeiras e Vitória, no Pacaembu
Miguel Schincariol/Gazeta Press
Renato disputa a bola pelo alto com Richarlyson no duelo entre Palmeiras e Vitória, no Pacaembu

O modo encontrado por Emerson Sheik para protestar serviu de inspiração para Richarlyson nesta quinta-feira. Após a derrota para o Palmeiras, por 1 a 0 , no Pacaembu, o volante do Vitória recorreu às câmeras de televisão para criticar o árbitro Wilton Pereira Sampaio por causa do cartão amarelo recebido.

"Vergonha, vergonha. Vergonha o amarelo dele (árbitro). Quando você cobra o lateral para trás, você pode cobrar em qualquer lugar. Eu tinha dois amarelos, foi o meu terceiro", bradou o volante rubro-negro, que foi advertido com o cartão depois de muito reclamar com o árbitro da partida.

A atitude do jogador lembra o que foi feito por Emerson Sheik, que, depois ser expulso na partida contra o Bahia, no Maracanã, se dirigiu às câmeras e disse que a CBF era uma vergonha. Na mesma partida, ao receber o cartão amarelo, o atacante já havia cometido ato semelhante, mesmo dentro de campo.

Veja como está a classificação do Campeonato Brasileiro

Nervoso com o placar adverso, Richarlyson não concordava com as marcações de Wilton na partida e a irritação resultou no cartão. A advertência, aliás, veio e uma falta a favor do próprio Vitória, mas o volante entendeu que o adversário palmeirense deveria receber o cartão amarelo.

O treinador Ney Franco percebeu que o jogador corria o risco de ser expulso e sacou Richarlyson ainda no intervalo. Com o cartão recebido, o volante cumprirá suspensão na próxima rodada, e não poderá encarar o Atlético-MG, seu antigo clube, na Arena Independência, neste domingo.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.