Time de Vagner Mancini ainda não venceu no returno e vê Macaracanã como fator decisivo. Goiás vem de uma goleada por 6 a 0 aplicada contra o Palmeiras

O Botafogo recebe o Goiás nesta quinta-feira, às 19h30 (de Brasília), no Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ), pela 24ª rodada do Campeonato Brasileiro. O clube carioca, que soma 23 pontos, vem de empate por 1 a 1 com o Criciúma, ainda não ganhou no returno e pretende se distanciar da zona de rebaixamento. Já o representante do centro-oeste está empolgado com a goleada de 6 a 0 aplicada no Palmeiras e, com trinta pontos, planeja encostar no G4, a zona de classificação para a próxima Copa Libertadores.

Confira a tabela completa do Campeonato Brasileiro

O técnico Vagner Mancini tem conversado com seus jogadores sobre a importância deles conseguirem uma sequência vitoriosa nas duas partidas no Rio de Janeiro. Após o confronto com o Goiás, o Botafogo encara o Grêmio, domingo. "Nós sabemos que jogando no Maracanã, salvo o que aconteceu contra o Bahia (derrota por 3 a 2), conseguimos bons resultados e jogamos bem. Isso precisa continuar neste segundo turno. A pontuação dos jogos que temos por fazer no Maracanã pode garantir que a gente alcance o nosso objetivo neste Brasileirão. Portanto, estamos indo para duas decisões", disse Mancini.

"Realmente precisamos ficar ligados, pois um time não consegue aplicar uma goleada de seis a zero por acaso. Com certeza eles tiveram méritos, pois souberam tirar proveito de erros do adversário e construíram a vantagem. Contra o Botafogo eles vão entrar em campo ainda mais otimistas e vão nos criar muitas dificuldades", analisou o zagueiro Dankler.

Dentro de campo, o Botafogo vai ter muitas novidades. Mancini vai promover o retorno ao time do zagueiro Bolívar, do volante Gabriel, do lateral-esquerdo Júlio Cesar, do meia Cachito Ramirez e do atacante Emerson Sheik, todos que cumpriram suspensão diante do Criciúma. Assim, deixam a equipe o zagueiro Matheus, o lateral esquerdo Junior Cesar, os volantes Sidney e Aírton e o atacante Rogério, este cumprindo suspensão por acúmulo de cartões amarelos. A grande novidade será a presença do atacante Jobson no banco de reservas. O jogador está treinando há pouco mais de uma semana com o elenco e já terá a oportunidade de ficar no banco de reservas.

Pelo lado do Goiás, o técnico Ricardo Drubscky espera dificuldades contra o Botafogo, justamente pela necessidade de vitória do adversário: "O Botafogo precisa ganhar e é muito forte jogando no Rio de Janeiro. Possui jogadores qualificados, em condições de fazer a diferença. Precisamos jogar com muita tranquilidade para construirmos o resultado que nos interessa", analisou Ricardo Drubscky.

O Goiás não poderá contar com o zagueiro Jackson, suspenso por acúmulo de cartões amarelos. Assim, Felipe Macedo, que ficou de fora contra o Palmeiras por conta de uma virose, reaparece para compor o setor com Pedro Henrique, que permanece entre os titulares. O restante do time deverá ser o mesmo que atropelou o Palmeiras.

No primeiro turno do Campeonato Brasileiro, por decisão do Goiás, que tinha o mando de campo, os dois times se enfrentaram em Juiz de Fora (MG). Naquela ocasião os goianos levaram a melhor, ganhando por 2 a 0, com gols de Ramon e Danilo.

FICHA TÉCNICA
BOTAFOGO-RJ X GOIÁS-GO

Local: Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)
Data: 25 de setembro de 2014 (Quinta-feira)
Horário: 19h30 (de Brasília)
Árbitro: Leandro Pedro Vuaden (Fifa-RS)
Assistentes: Marcelo Bertanha Barison (RS) e José Javel Silveira (RS)

BOTAFOGO: Jéfferson, Dankler, Bolívar, André Bahia e Julio Cesar; Gabriel, Mario Bolatti, Cachito Ramírez e Pablo Zeballos; Wallyson e Emerson Sheik
Técnico: Vagner Mancini

GOIÁS: Renan, Moisés, Pedro Henrique, Felipe Macedo e Léo Veloso; Amaral, David, Thiago Mendes e Esquerdinha; Ramon e Erik
Técnico: Ricardo Drubscky

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.