Tamanho do texto

Jogador terá contrato rescindido por conta de briga com Rodrigo Pastana, diretor de futebol do Bahia, no domingo

Rhayner não joga mais pelo Bahia
FELIPE OLIVEIRA/ Agif/Gazeta Press
Rhayner não joga mais pelo Bahia

O atacante Rhayner deve ter seu contrato com o Bahia rescindido nos próximos dias. Segundo o jornal "Correio", de Salvador, o atleta teria se desentendido com o diretor de futebol tricolor, Rodrigo Pastana, e tentado agredir o dirigente com um pedaço de madeira.

Veja a classificação, tabela de jogos, artilharia e notícias do Brasileirão

"Estamos acertando a saída dele por faltas sem justificativa, indisciplina e falta de comprometimento com o Bahia", disse Pastana ao jornal.

O motivo da discussão teria sido o atraso nos salários referentes ao mês de agosto. O jogador, que se recuperou das dores no púbis que o incomodavam e ficaria à disposição do técnico Gilson Kleina para a partida desta noite, às 21 horas (de Brasília), contra o Sport, na Arena Fonte Nova, pela 24ª rodada do Campeonato Brasileiro.

A discussão com o dirigente não foi a primeira polêmica em que o jogador se envolveu. No último dia 11, Rhayner discutiu com o auxiliar técnico Charles Fabian após ser substituído no duelo contra o Cruzeiro, no Mineirão

Aos 24 anos, Rhayner tem um currículo extenso, que inclui passagens por Marília, Grêmio-SP, Figueirense e Náutico. Em 2013, Rhayner defendeu o Fluminense, mas a escassez de gols encerrou em dezembro a experiência do jogador no Rio de Janeiro.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.