Tamanho do texto

Gaúchos secam Cruzeiro e São Paulo para entrar na briga pelo título, enquanto catarinenses tentam deixar a zona de degola

Depois de conquistar quatro pontos nos últimos dois jogos fora de casa, o Internacional terá pela frente uma semana com duas partidas no Beira-Rio, ambas contra adversários que lutam contra o rebaixamento. A sequência em busca de seis pontos e da reconquista da vice-liderança do Campeonato Brasileiro se inicia nesta quarta, diante do Criciúma . O jogo está marcado para as 19h30, horário de Brasília.

Confira classificação, tabela de jogos e artilharia do Campeonato Brasileiro

A vitória sobre o Atlético-PR no último sábado agradou o técnico Abel Braga. Animado após a boa sequência longe de Porto Alegre (o Inter ainda arrancou um empate com o Sport na Ilha do Retiro na semana passada), o treinador colorado quer a equipe conquistando seis pontos contra Criciúma e Coritiba, para permanecer firme no G-4 e ainda tentar uma última caçada ao líder Cruzeiro, hoje com oito pontos de vantagem.

"A vitória dá confiança para seguir. E eu garanto ao nosso torcedor que vamos em busca de seis pontos nestes dois jogos em casa, que vamos para cima dos adversários. Vamos continuar brigando, mas se não cumprirmos esta meta fica complicado", prometeu Abelão.

Feliz por ter podido repetir a escalação nos dois jogos longe do Beira-Rio, o técnico do Inter não terá a mesma chance diante do Tigre. Isto porque Wellington Paulista será poupado. Ele sofreu um estiramento na coxa durante o jogo em Curitiba e, embora não tenha lesão constatada, ficará fora de combate. Rafael Moura reassume o comando do ataque.

O zagueiro Ernando deixou o jogo mais cedo no Paraná devido a uma pancada na cabeça, mas está confirmado. O meia Alex não treinou nesta semana e ficou realizando recuperação física enquanto os demais jogadores trabalhavam com bola. Caso não possa atuar, Valdívia é a principal opção para substituí-lo.

Dono do pior ataque do Brasileiro, o Criciúma perdeu uma grande chance de bater um adversário na luta contra o rebaixamento no último sábado, quando empatou em 1 a 1 com o Botafogo. O mau resultado em casa, combinado com outros placares dos concorrentes, deixou o Tigre na penúltima posição, com 23 pontos, só à frente do lanterna Palmeiras.

"Essa situação é do Criciúma. Temos que encará-la de frente, não podemos fugir dela. Temos que buscar uma solução, não tem outra alternativa", afirmou o técnico Gilmar Dal Pozzo após o jogo de sábado, a respeito da gravidade da situação da equipe na tabela. "É ruim. Dentro de casa, a gente não poderia, de maneira nenhuma, empatar. A gente lamenta, pede desculpa para o nosso torcedor. A gente precisa melhorar, porque, senão, as coisas vão apertando, apertando, e no fim não dá mais tempo", analisou Paulo Baier.

A escalação da equipe para o jogo no Beira-Rio é recheada de dúvidas. Serginho deve voltar à equipe, com Lucca indo para o banco de reservas. O lateral Cortez também deve retornar. Paulo Baier deve começar a partida no banco de reservas. A tendência é que a equipe jogue mais fechada no Beira-Rio, com no máximo dois atacantes. No entanto, Dal Pozzo não descarta a presença de Baier nem de um time com três avantes em Porto Alegre, embora isso seja improvável.

FICHA TÉCNICA  -  INTERNACIONAL X CRICIÚMA

Local : Estádio Beira-Rio, em Porto Alegre (RS)
Data : 24 de setembro de 2014, quarta-feira
Horário : 19h30 (de Brasília)
Árbitro : Marcelo de Lima Henrique (Fifa-RJ)
Assistentes : Rodrigo Henrique Corrêa (Esp-RJ) e Gilberto Stina Pereira (RJ)

INTERNACIONAL : Dida; Gilberto, Ernando, Paulão e Fabrício; Wellington, Aránguiz, D’Alessandro, Eduardo Sasha e Alex (Valdívia); Rafael Moura
Técnico : Abel Braga

CRICIÚMA : Bruno; Luís Felipe, Fábio Ferreira, Gualberto e Cortez; Rodrigo Souza, Serginho, João Vítor e Cléber Santana; Silvinho e Zé Carlos
Técnico : Gilmar dal Pozzo

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.