José Maria Marin pede jogo contra algoz da Copa do Mundo para motivar jogadores no início do trabalho de Dunga

O presidente da CBF, José Maria Marin, disse que a entidade tenta viabilizar um amistoso da seleção brasileira contra a Alemanha, algoz do time nacional na Copa do Mundo de 2014 para "espantar" o 7 a 1 sofrido na semifinal do torneio.

Em reunião com dirigentes da Fifa em Zurique, Marin disse que espera marcar esse jogo o quanto antes. "Queremos esse jogo e queremos que seja logo para espantar o que aconteceu na Copa", disse Marin de acordo com reportagem do jornal "O Estado de S. Paulo". "Pode ser lá na Alemanha, se eles quiserem. Não temos problema. O que queremos é virar a página", completou.

Relembre: Veja fotos do inesquecível 7 a 1 da Alemanha sobre o Brasii na Copa

A possível "revanche" pedida pela CBF não poderia acontecer em 2014. Todas as datas Fifa deste ano já estão preenchidas com adversários definidos. A primeira data livre para um eventual reencontro seria em 25 de março de 2015. A Alemanha tinha um amistoso agendado contra Israel para este dia, mas o compromisso foi cancelado. O Brasil ainda não tem adversários definidos para o próximo ano.  

A derrota humilhante sofrida pela seleção brasileira foi a maior em mais de 100 jogos da equipe na história das Copas do Mundo. É também o maior vexame já dado por qualquer seleção numa semifinal do torneio. Antes dos 7 a 1, a maior derrota brasileira em Copas havia sido na final do Mundial de 1998, 3 a 0 para a França. O resultado foi repetido pela Holanda na disputa do terceiro lugar da Copa deste ano.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.