Pouco antes da chegada ao estádio, foram atiradas pedras no trem que carregava a torcida visitante antes do clássico

De acordo com a PM, corintianos tentaram armar emboscada para são-paulinos
Helio Suenaga/Gazeta Press
De acordo com a PM, corintianos tentaram armar emboscada para são-paulinos

De acordo com a Polícia Militar, houve problemas no trajeto da torcida do São Paulo ao estádio de Itaquera para o clássico de domingo, contra o Corinthians. O relato é que torcedores corintianos tentaram armar uma emboscada para os são-paulinos nos trilhos do trem.

Leia também: São-paulinos chegam ao Itaquerão provocando torcida corintiana

Por determinação da própria PM, os são-paulinos foram à arena pela CPTM, com embarque na estação da Luz e trajeto expresso à estação Dom Bosco, a cerca de quatro quilômetros do palco do jogo. Pouco antes da chegada, segundo os policiais, foram atiradas pedras na direção do veículo.

O trem conseguiu seguir o trajeto sem que ninguém se ferisse. Logo que o veículo se afastou, ainda de acordo com informações divulgadas pelos policiais envolvidos na operação, os corintianos responsáveis pela tentativa de emboscada se afastaram do local.

Escoltados até o estádio, os torcedores do São Paulo chegaram provocando os corintianos, com cantos relacionados à homossexualidade. Os corintianos responderam na mesma temática e tiveram os telões do placar a seu favor na guerra de provocações pré-jogo.

Várias vitórias do Corinthians sobre o rival foram exibidas. O momento de maior vibração aconteceu quando foi mostrada a goleada por 5 a 0, no Pacaembu, no Campeonato Brasileiro de 2011. Houve comemoração de cada gol, especialmente o último, o frango de Rogério Ceni em chute de Jorge Henrique.

*Com Gazeta

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.