Ambos os times têm 22 pontos, estão na zona de rebaixamento da competição e buscam a recuperação imediatamente

Botafogo vem de quatro derrotas seguidas
Gazeta Press
Botafogo vem de quatro derrotas seguidas

O Botafogo visita o Criciúma neste sábado, às 21h (de Brasília), no Estádio Heriberto Hülse, em Criciúma (SC), em um choque de desesperados no Campeonato Brasileiro. Os dois times somam 22 pontos, aparecem na zona de rebaixamento e buscam a recuperação imediatamente. 

A derrota para o Bahia na última rodada foi a quarta consecutiva do Botafogo, que teve vários jogadores expulsos na oportunidade. Por isso, entrará em campo muito desfalcado. O Criciúma, por sua vez, ganhou novo fôlego ao empatar fora de casa com o Figueirense.

"Acho que todos esses problemas deverão unir ainda mais o grupo e nos dar um novo gás para o duelo contra o Criciúma", disse Vágner Mancini, técnico do Botafogo. "Trata-se de um jogo muito importante nesta nossa caminhada e só podemos pensar em um bom resultado. Os jogadores estão fechados em tirar o time desta realidade", completou. 

Na visão dos botafoguenses, é fundamental recuperar logo os pontos perdidos em casa na última rodada. "O objetivo era ganhar do Bahia, mas infelizmente não aconteceu, fomos prejudicados e perdemos dentro do Maracanã. Mas precisamos levantar logo a nossa cabeça, pois temos mais uma decisão pela frente, um confronto direto contra o Criciúma. É um jogo chave dentro do nosso planejamento, o chamado confronto de seis pontos e estamos vendo como uma grande chance de recuperarmos os pontos perdidos no Rio de Janeiro", disse o goleiro Jéfferson.

O zagueiro Bolívar e o volante Gabriel foram advertidos com o terceiro cartão amarelo contra o Bahia e cumprem suspensão, assim como o lateral esquerdo Julio Cesar, o meia peruano Cachito Ramírez e o atacante Emerson Sheik, expulsos no mesmo jogo. Como o lateral direito Edilson segue com uma pubalgia, o volante Rodrigo Souto será improvisado na lateral direita, com Dankler sendo deslocado para a zaga e Junior Cesar voltando à lateral esquerda.

No meio-de-campo, Aírton e Mario Bolatti formarão a dupla de volantes e Carlos Alberto, que volta de lesão na perna direita, vai ser o companheiro de Pablo Zeballos na criação de jogadas. No ataque, Yuri Mamute, Tanque Ferreyra e Wallyson disputam a vaga de Sheik.

Criciúma vem de empate com o Figueirense
Cristiano Andujar/Getty Images
Criciúma vem de empate com o Figueirense

Pelo lado do Criciúma, o técnico Gilmar Dal Pozzo espera tirar proveito do fator campo. "Respeitamos demais o Botafogo e seus jogadores, mas estamos em um momento da competição que não podemos pensar em nenhum outro resultado que não seja a vitória dentro de nossa casa, ainda mais em um confronto direto como esse. Confio no potencial do meu grupo", analisou.

O Criciúma tem reforços para este jogo. O lateral-direito Luís Felipe volta a ser titular após cumprir suspensão e reaparece na vaga de Eduardo. O veterano Paulo Baier, preservado em jogos fora de casa, ganha o posto de Rodrigo Souza.

No primeiro turno do Campeonato Brasileiro o Botafogo não tomou conhecimento do Criciúma e, no Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ), aplicou a maior goleada da competição até aqui: 6 a 0. Naquela ocasião, Daniel brilhou e fez três gols, assim como Emerson Sheik, que balançou as redes duas vezes. Wallyson completou o marcador.

FICHA TÉCNICA - CRICIÚMA-SC X BOTAFOGO-RJ
Local: Estádio Heriberto Hülse, em Criciúma (SC) 
Data: 20 de setembro de 2014 (Sábado) 
Horário: 18h30 (de Brasília) 
Árbitro: Wilton Pereira Sampaio (Fifa-GO) 
Assistentes: João Patricio de Araujo (GO) e Bruno Raphael Pires (GO) 

CRICIÚMA: Bruno, Luís Felipe, Gualberto, Fábio Ferreira e Giovanni; Serginho, João Vitor, Paulo Baier e Cleber Santana; Silvinho e Zé Carlos
Técnico: Gilmar Dal Pozzo

BOTAFOGO: Jéfferson, Rodrigo Souto, Dankler, André Bahia e Junior Cesar; Aírton, Mario Bolatti, Carlos Alberto e Pablo Zeballos; Rogério e Yuri Mamute (Wallyson ou Ferreyra)
Técnico: Vagner Mancini

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.