Para o veterano meio-campista, time catarinense não poderia desperdiçar dois pontos dentro de casa "de maneira nenhuma"

Paulo Baier comemora gol de empate do Criciúma contra o Botafogo
Fernando Remor/AGP/Gazeta Press
Paulo Baier comemora gol de empate do Criciúma contra o Botafogo

O veterano Paulo Baier entrou em campo no decorrer da partida contra o Botafogo, neste sábado, e ajudou a evitar a derrota do Cricíuma, marcando de pênalti o gol do empate por 1 a 1. Apesar disso, ele deixou o gramado do Heriberto Hulse insatisfeito.

"É ruim. Dentro de casa, a gente não poderia, de maneira nenhuma, empatar. A gente lamenta, pede desculpa ao torcedor. A gente precisa melhorar, porque, senão, as coisas vão apertando, apertando, e no fim não dá mais tempo", disse ao Premiere .

A chateação de Baier era tanta que nem reclamou ao ser avisado que era legal o lance em que ele teria garantido a vitória de virada, não fosse marcação de impedimento do assistente. "Fazer o quê? Faz parte", opinou.

Neste momento, iniciada a 23ª rodada do Campeonato Brasileiro, a equipe catarinense segue na zona de rebaixamento, agora com 23 pontos ganhos. Os dois próximos compromissos serão como visitante, diante de Internacional (na quarta-feira) e Chapecoense (no sábado).

"Temos que conseguir uma vitória pelo menos", cobrou o veterano.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.