Tamanho do texto

Principal arma ofensiva do Chelsea, o atacante já tem sete redes balançadas em quatro partidas do Campeonato Inglês

O artilheiro do Campeonato Inglês tem feito a diferença para o Chelsea nesta temporada. Contratado a peso de ouro, Diego Costa tem feito gols com impressionante frequência, mas foi deixado no banco de reservas no duelo contra o Schalke 04, pela Liga dos Campeões. Ele fez falta, os Blues não saíram do empate em 1 a 1 e José Mourinho explicou a não utilização do centroavante.

Diego Costa, atacante do Chelsea
Tim Ireland/AP
Diego Costa, atacante do Chelsea

"Ele foi para a seleção espanhola em plenas condições e voltou machucado", revela, mas tomando o cuidado de não culpar ninguém ao ponderar que "o que aconteceu com Diego acontece com muitos outros jogadores em outras seleções".

Principal arma ofensiva do clube londrino, o hispano-brasileiro já tem sete redes balançadas em quatro partidas do Campeonato Inglês, mas suas atuações precisam ser dosadas. "Ele tem um problema e neste momento não pode jogar três partidas na semana. Se ele tiver uma semana para o músculo se recuperar, poderá começar de novo como antes do problema com a seleção espanhola", explica o treinador. "Mas três dias, depois de sábado, não são suficientes. Não é para protegê-lo para a partida de domingo, e sim porque não tinha condições."

O compromisso a que Mourinho se refere é contra o Manchester City, em duelo vale pela quinta rodada do Campeonato Inglês. O técnico português acredita que o atacante terá condições de ser titular. Os Blues lideram com 100% de aproveitamento.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.