Time alemão se impõe na Inglaterra e consegue 1 a 1 contra equipe de José Mourinho

Fabregas supera Faehrmann e abre o placar para o Chelsea diante do Schalke 04
Kirsty Wigglesworth/AP
Fabregas supera Faehrmann e abre o placar para o Chelsea diante do Schalke 04

À primeira impressão, o empate entre Chelsea e Schalke 04 por 1 a 1 em Londres poderia ser considerado um tropeço para o clube inglês. Entretanto, pelo que foi a partida principalmente na segunda etapa, quem perdeu a chance de vencer o jogo na estreia da Liga dos Campeões foi o time alemão.

O Chelsea começou bem o jogo e tentava criar jogadas no erro do adversário, tática que funcionou por alguns momentos, mas não foi suficiente para a vitória dos donos da casa. Aproveitando a inspiração do meia Julian Draxler, os alemães tiveram poucas falhas e apostavam na velocidade do ataque para conquistar os três pontos.

Após um primeiro tempo sem muitas chances claras, a equipe veio diferente na segunda etapa e foi mais perigoso. Com o resultado, Chelsea e Schalke 04 ficam empatados na segunda posição do grupo, uma vez que, na Eslovênia, o Sporting bateu o Maribor por 1 a 0.

A partida começou com o Chelsea esperando a subida do Schalke 04 para contra atacar nos erros do adversário. E não demorou muito para a estratégia surtir efeito. Aos 10 minutos, Fábregas recuperou a bola na intermediária do campo de ataque e tocou para Hazard.

O belga fintou um zagueiro e devolveu para Fábregas, que bateu na saída do goleiro e abriu o placar. Nos minutos seguintes o Schalke armou uma reação mas não conseguiu construir nenhuma jogada efetiva de ataque. Jogando no erro, o Chelsea quase fez o segundo. Fábregas tocou para Hazard que bateu rasteiro, mas a zaga afastou.

A terceira grande chance de gol dos ingleses aconteceu aos 36 da primeira etapa. Ivanovic recebeu na linha de fundo e cruzou para Fábregas. O espanhol apareceu livre, na marca do pênalti, mas isolou o chute.

No último lance da primeira etapa, os alemães quase empataram. Draxler – campeão da Copa do Mundo com a Alemanha em julho – o meia fintou três zagueiros do Chelsea e, na cara de Courtois, tirou do goleiro, mas a bola saiu tirando tinta da trave.

A segunda etapa começou da mesma forma que a primeira, com o Chelsea com a bola mas esperando o erro do adversário. Em seis minutos, duas boas chances de gol foram desperdiçadas pelo ataque inglês.

Aos 16 minutos, o já melhor Schalke chegou ao empate. Aogo recuperou a bola de Fábregas e tocou para Draxler. O meia arrancou por 40 metros e ajeitou para Huntelaar. O holandês abriu a bateu sem chances para Courtois. Já aos 30 minutos, o Chelsea quase voltou à frente. Rémy arriscou chute após cruzamento na área, mas a zaga tirou em cima da linha.

A melhor chance da vitória veio aos 38 minutos do segundo tempo. Fábregas cavou para Hazard que, livre, tocou e obrigou o goleiro do Schalke a praticar uma excelente defesa.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.