Equipe baiana fez 3 a 1 e reagiu na tentativa de escapar das últimas colocações no Campeonato Brasileiro

O Vitória conseguiu um resultado muito importante na sua briga para evitar o rebaixamento. Em partida disputada na noite desta quarta-feira, no Barradão, o time rubro-negro derrotou o Fluminense, de virada, por 3 a 1 e melhorou sua situação, embora continue em situação muito complicada. O Tricolor, que desperdiçou a chance de alcançar o G4, saiu na frente com um gol de Cícero, no primeiro tempo, mas o adversário virou com gols de Dinei, William Henrique e Vinicius.

Vitória aumentou as esperanças de fugir da zona de rebaixamento ao bater o Flu no Barradão
Gazeta Press
Vitória aumentou as esperanças de fugir da zona de rebaixamento ao bater o Flu no Barradão


O resultado fez o Vitória chegar aos 21 pontos ganhos e subir para a 18ª posição. O Fluminense segue com 35 pontos na quinta colocação. O time dirigido por Ney Franco mereceu o resultado porque soube mudar suas características do primeiro para o segundo tempo. O time se tornou mais ofensivo e conseguiu a virada para alegria da sua torcida. O Fluminense foi uma equipe acomodada que saiu na frente e achou que a vitória por um gol de diferença era suficiente. Depois, não soube conter a reação dos donos da casa.

Na próxima rodada, o Fluminense enfrentará o Flamengo, no clássico do Maracanã. O Vitória vai encarar o rival Bahia, no Barradão.

Confira imagens desta rodada do Campeonato Brasileiro:

O jogo

No Barradão com pequeno público, o Vitória, em situação difícil na competição, tomou a iniciativa de atacar, mas o primeiro chute a gol, desferido por Juan, passou longe do alvo. O Fluminense tocava melhor a bola no meio de campo, mas não conseguia se aproximar da área baiana em boas condições para concluir. No esquema armado por Ney Franco, Juan tinha liberdade para se deslocar por todos os lados, enquanto Richarlyson ficava fixo na lateral esquerda.

Veja como está a classificação do Campeonato Brasileiro

Aos dez minutos, Marcinho arriscou de fora da área, mas seu chute não levou perigo. O Fluminense mantinha Fred e Sóbis adiantados e contando com o apoio permanente de Cícero e Conca.

Aos 16 minutos. o Fluminense errou na troca de passes e a bola acabou ficando com Juan, que enfiou para a corrida de Dinei. Diego Cavalieri saiu do gol, dividiu com o atacante e a bola saiu para tiro de meta.

O Fluminense marcou o primeiro gol, aos 18 minutos. Depois de cruzamento na área, a bola caiu nos pés de Conca, do lado direito, e o meia argentino fez um cruzamento preciso para entrada de Cícero, que só deslocou o goleiro Fernandez.

Depois de sofrer o gol, o Vitória passou a demonstrar muito nervosismo, principalmente porque a torcida começou a vaiar alguns jogadores. Aos 25 minutos, Juan cruzou e a bola bateu no braço do zagueiro Henrique, mas a arbitragem considerou que o lance foi acidental.

Por volta dos 30 minutos, a partida ficou truncada por causa do excesso dos erros de passes das duas equipes. Aos 36 minutos, o Fluminense criou nova chance para marcar. Fred recebeu dentro da área e chutou, mas Fernandez fez boa defesa. Dois minutos depois foi a vez de a equipe da casa chegar com perigo, mas Diego Cavalieri defendeu bem o chute de Dinei.

O Vitória voltou para o segundo tempo com o atacante William Henrique no lugar do volante José Wellisson. Logo aos dois minutos, Richarlyson bateu falta e Dinei cabeceou para defesa de Diego Cavalieri, que mandou a bola para escanteio.

A resposta tricolor veio em contra-ataque rápido que culminou com um chute violento de Cícero, mas o goleiro Fernandez espalmou para escanteio. Aos dez minutos, Willie dividiu com Henrique e se jogou na área. A torcida pediu pênalti,mas o árbitro advertiu o jogador da equipe baiana com o cartão amarelo.

Nino Paraíba protege a bola da marcação de Fred
Felipe Oliveira/Getty Images
Nino Paraíba protege a bola da marcação de Fred

Aos 17 minutos, Conca e Sóbis tabelaram e Conca tentou o cruzamento, a bola desviou em Luiz Gustavo e quase enganava o goleiro do Vitória, mas Fernandez se recuperou e mandou para escanteio.

Aos 20 minutos, Diguinho errou a saída de bola, William Henrique investiu pela esquerda e bateu cruzado, Cavalieri defendeu parcialmente e depois dividiu com o atacante baiano, e mandou para escanteio. Na cobrança, Dinei subiu mais do que a zaga tricolor e cabeceou para as redes,sem defesa para Cavalieri.

A igualdade animou a equipe baiana que passou a perseguir o gol de desempate. Aos 24 minutos, o Vitória desempatou. Depois de cruzamento da direita, William Henrique, completamente livre, bateu de primeira, sem qualquer chance para Diego Cavalieri.

Sem Fred, substituído por Kenedy, o Tricolor das Laranjeiras partiu para o ataque o goleiro Fernandez fez dois milagres em chutes de Rafael Sóbis na pequena área.

Aos 30 minutos, Vinicius foi lançado na corrida, ganhou de Bruno e bateu cruzado para anotar o terceiro gol da equipe da casa. Depois de estabelecer a boa vantagem, o time dirigido por Ney Franco recuou para suportar a pressão tricolor e aproveitar os espaços deixados pelo adversário. O Fluminense ainda tentou pressionar em busca de um melhor resultado, mas não teve força ofensiva para mudar a história da partida.

FICHA TÉCNICA
VITÓRIA 3 X 1 FLUMINENSE

Local: Estádio Barradão, em Salvador (BA)
Data: 17 de setembro de 2014 (Quarta-feira)
Horário: 19h30(de Brasília)
Árbitro: Thiago Duarte Peixoto (SP)
Assistentes: Márcio Luiz Augusto (SP) e Carlos Augusto Nogueira Júnior (SP)
Cartão Amarelo: Willie (Vitória)
Gols: VITÓRIA: Dinei, aos 21 minutos, William Henrique, aos 24 minutos e Vinicius, aos 30 minutos do segundo tempo
FLUMINENSE: Cícero, aos 18 minutos do primeiro tempo

VITÓRIA: Gatito Fernández, Nino, Kadu, Luiz Gustavo e Juan; José Wellison (William Henrique), Cáceres, Richarlyson e Marcinho (Luiz Aguiar); Willie (Vinicius) e Dinei
Técnico: Ney Franco

FLUMINENSE: Diego Cavalieri, Bruno, Henrique, Elivélton e Fernando (Marlon); Diguinho (Valencia), Jean, Cícero e Darío Conca; Rafael Sóbis e Fred (Kenedy)
Técnico: Cristóvão Borges

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.