Técnico do Chelsea citou a semifinal da Liga dos Campeões em que o português errou cobrança diante do Bayern

Apesar de não esconder o interesse em voltar a treinar Cristiano Ronaldo, o português José Mourinho admite sofrer até hoje por um erro do astro. Em 2012, o atual melhor do mundo abriu as cobranças de pênaltis contra o Bayern de Munique, pela semifinal da Liga dos Campeões (2011-12), e acabou errando. Na sequência, Kaká e Sergio Ramos também desperdiçaram os pênaltis, e o Real Madrid acabou derrotado por 3 a 1, em pleno Santiago Bernabéu.

"Perder uma semifinal por pênaltis quando seu melhor jogador, seu melhor batedor de pênaltis, o jogador em quem você deposita toda a confiança e escolhe para bater o primeiro, erra, é uma frustração que permanece", disse Mourinho em entrevista ao canal português TVI .

Veja a tabela de jogos completa da Liga dos Campeões

A frustração de 2012 não se repetiu na temporada passada, quando Mourinho - desta vez como técnico do Chelsea - foi novamente eliminado na semifinal da Liga dos Campeões, pelo Atlético de Madri.

"Nenhuma frustração. O Atlético foi melhor do que nós na segunda partida. Ganhou e mereceu (a classificação)", afirmou Mourinho.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.