Clássico entre paulistas e cariocas é marcado pela pressão, seja para se afastar da zona de rebaixamento ou para não deixar a briga pelo G4 ficar muito distante

Um time com 32 pontos e lutando para ingressar na faixa da tabela do Campeonato Brasileiro que dá vaga na Libertadores. Outro, com apenas 21, querendo se distanciar da zona de rebaixamento. Esses são, respectivamente, Fluminense e Palmeiras , que se enfrentam neste sábado, às 18h30 (de Brasília), no Maracanã.

Confira classificação, tabela de jogos e artilharia do Campeonato Brasileiro

Quem vive algo mais próximo de desespero é a equipe paulista. O time escapou de voltar a ocupar uma das quatro últimas colocações do torneio ao superar mais uma má atuação e vencer o Criciúma, na quarta-feira. Mas Dorival Júnior, técnico que só comandou a equipe em dois jogos até agora, admite que a situação pouco mudou, já que o clube está a só um ponto da faixa de descenso.

Dorival Júnior tem o desafio de vencer um rival de peso fora de casa para embalar reação
SERGIO BARZAGHI / Gazeta Press
Dorival Júnior tem o desafio de vencer um rival de peso fora de casa para embalar reação

"Por enquanto, a vitória sobre o Criciúma não trouxe muita coisa. Ainda vivemos uma situação muito complicada e delicada. Não há motivo nenhum para mudarmos a preparação e a concentração. A realidade do Palmeiras é uma zona incômoda que nos faz estar sempre alertas, temos um processo muito longo de recuperação pela frente. Mas acreditamos que podemos superar esse momento", discursou o treinador.

A superação também passa por problemas internos. Dorival tem 13 desfalques: Tobio, Marcelo Oliveira, Wendel, Lúcio, Wesley, Valdivia, Allione, Bernardo e Bruninho, todos com problemas musculares, Fernando Prass, em recuperação de cirurgia no cotovelo direito, Wellington, com lesão no tendão de Aquiles do pé esquerdo, Thiago Martins, que sente dores no joelho direito operado em janeiro, e Mateus Muller, em recuperação de lesão no pé esquerdo.

Com tantos problemas, o treinador foi obrigado a escalar entre os titulares Nathan, zagueiro de 19 anos que fará sua estreia como profissional logo no Maracanã, além de apostar no volante Eguren no meio-campo. A estratégia é não deixar o adversário trabalhar a bola e, ao mesmo tempo, encaixar um ritmo de jogo perigoso para os anfitriões.

Há três jogos sem vencer, Fluminense de Cristóvão Borges começa a sofrer com a pressão
Fernando Cazaes/Photocamera
Há três jogos sem vencer, Fluminense de Cristóvão Borges começa a sofrer com a pressão

Teoricamente, o Fluminense deveria estar mais motivado e embalado. Porém, não ganha há três partidas, incluindo o empate por 1 a 1 com o Figueirense na quarta-feira. As desconfianças e críticas só aumentam e a pressão é grande, mas Cristóvão Borges entende que sua equipe vai melhorar em relação aos últimos resultados e espera um melhor desempenho contra o Palmeiras.

"Jogando no Maracanã, vamos reencontrar o nosso melhor futebol. Contra o Figueirense, tivemos problemas e, no fim de semana passado, poderíamos ter vencido o Cruzeiro. No reencontro com o nosso estádio, estaremos motivados para fazer uma grande partida e conquistar essa importante vitória", apostou o técnico.

O Tricolor aponta valor estratégico para buscar três pontos diante de um rival que briga para não cair. "Com todo o respeito ao Palmeiras, apenas a vitória pode ser considerada um resultado positivo. Vamos jogar em casa e, para atingir os nossos objetivos, não podemos mais desperdiçar pontos no Rio de Janeiro. Vamos dar o máximo em campo, lutando os 90 minutos pelo nosso objetivo", prometeu o meia Wágner.

Cristóvão tem desfalques e reforços para este jogo. Não poderá contar com o lateral direito Bruno e o volante Diguinho, suspenso. Assim, Jean será improvisado na lateral direita e Edson, recuperado de estiramento muscular na coxa esquerda, e Valencia, livre de dores no joelho direito, formarão a dupla de volantes.

O atacante Fred, preservado contra o Figueira, reaparece, enquanto que Rafael Sobis, que não sofre mais com estiramento muscular na coxa esquerda, fica como opção no banco de reservas. A dúvida está na zaga, onde Henrique, ainda sofrendo com uma lombalgia, não tem retorno assegurado, deixando Marlon de sobreaviso.

FICHA TÉCNICA -  FLUMINENSE X PALMEIRAS

Local: Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)
Data: 13 de setembro de 2014, sábado
Horário: 18h30 (de Brasília)
Árbitro: Elmo Alves Resende Cunha (GO)
Assistentes: Fabricio Vilarinho da Silva (Fifa-GO) e Bruno Raphael Pires (GO)
Assistentes adicionais: Cleber Vaz da Silva e Bruno Rezende Silva (ambos de GO)

FLUMINENSE: Diego Cavalieri, Jean, Elivélton, Marlon (Henrique) e Chiquinho; Edson, Valencia, Cícero, Wágner e Conca; Fred
Técnico: Cristóvão Borges

PALMEIRAS: Fábio; Weldinho, Nathan, Victorino e Victor Luis; Renato e Eguren; Leandro, Diogo e Juninho; Henrique
Técnico: Dorival Júnior

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.